Artigos

Borussia Dortmund has become one of the most followed and praised clubs given the high-quality football presented on the field.
The club from Bundesliga, UEFA Champions League finalists in 2012/2013, has sought to invest more in the innovation component having, in this sense, introduced in 2012 a new mechanism that seeks to strengthen the capabilities of its players.
This revolutionary, device called “Footballnaut“, gives a new meaning to indoor training and is also used in the rehabilitation of players who are recovering from injuries. Footballnaut aims to develop some players capabilities such as first-touch, technique, speed of thought and execution and awareness.
Borussia Dortmund’s version includes a machine that shoots balls automatically towards the player in a ​​14 square meters area. The athlete is placed in the center of this area being the balls thrown in his direction at different speeds with a random variety of heights and angles. Then the player must receive the ball, look up in order to identify which of the 64 targets have their lights on, try to hit it with the ball as quickly as possible and return to the starting position to receive the next ball. This process is repeated successively during the training session. The coach receives all the data by computer.
Video: http://www.uefa.com/trainingground/coaches/video/videoid=1936054.html?autoplay=true
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

O Borussia Dortmund tem vindo a tornar-se um dos clubes mais seguidos dada a qualidade do futebol que apresenta em campo.
O clube da Bundesliga, finalista da UEFA Champions League 2012/2013, tem procurado investir cada vez mais na componente de inovação tendo, neste sentido, introduzido no ano de 2012 um novo mecanismo que procura fortalecer as capacidades dos seus jogadores.
Este aparelho revolucionário, denominado “Footballnaut“, permite dar um novo sentido ao treino indoor sendo também utilizado na reabilitação de jogadores que se encontram a recuperar de lesões. O Footballnaut procura exponenciar determinadas características nos jogadores como, por exemplo, o primeiro-toque, técnica, rapidez de raciocínio e execução e a perceção do espaço que os rodeia.
A versão do Borussia Dortmund inclui uma máquina que dispara bolas automaticamente na direção do jogador numa área de 14 metros quadrados. O atleta coloca-se no centro dessa área sendo as bolas lançadas na sua direção a diferentes velocidades com uma variedade aleatória de alturas e ângulos. De seguida, o jogador deve rececionar a bola, olhar para cima de modo a identificar qual dos 64 alvos tem a sua luz acesa, tentar atingi-lo com a bola o mais rapidamente possível e voltar à posição inicial de modo a receber a bola seguinte. Este processo repete-se sucessivamente durante o treino. Todos os dados são transmitidos informaticamente para o treinador.
Vídeo (em português): http://pt.uefa.com/trainingground/coaches/video/videoid=1936057.html?autoplay=true
Vídeo (em inglês): http://www.uefa.com/trainingground/coaches/video/videoid=1936054.html?autoplay=true
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Benfica e Chelsea vão defrontar-se pela 3ª vez, em competições oficiais, esta quarta-feira, na Final da UEFA Europa League.
Como já vem sendo hábito, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Desempenho Desportivo, Finanças e Web), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas nesta Final.
DESEMPENHO DESPORTIVO
Tendo-se apenas registado dois confrontos entre as duas equipas em competições oficiais (ocorreram na época passada), o Chelsea apresenta um saldo totalmente positivo tendo saído vitorioso desses dois encontros. Relativamente aos restantes indicadores de desempenho nesta edição da UEFA Europa League, verifica-se um grande equilíbrio entre as duas equipas.
[table id=196 /]
FINANÇAS
Ao nível das receitas, o Chelsea apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 5ª posição na Deloitte Football Money League 2013. A equipa inglesa apresenta valores superiores em todos os fluxos de receita associados ao seu desempenho nas competições da UEFA e investimentos milionários nas últimas épocas. Relativamente à estrutura de receitas dos dois clubes, observa-se que o Chelsea apresenta uma dependência significativa face às receitas de direitos televisivos o que não sucede no caso do Benfica. Por último, o Benfica apresentou, nas últimas 10 épocas, um crescimento das suas receitas bastante superior ao do clube inglês bem como assistências ligeiramente superiores em 2012/2013.
[table id=195 /]
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio do Chelsea é claro, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais, associado às suas recentes conquistas internacionais, contratações de jogadores de renome e mediatismo da Barclays Premier League. A título de exemplo, o Benfica apenas regista, neste momento, 9% do número de fãs do Chelsea no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o chelseafc.com está melhor colocado a nível internacional e o slbenfica.pt a nível nacional.
[table id=194 /]
Notas: (1) Dados recolhidos a 13 de Maio de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, Champions League (Taça dos Clubes Campeões Europeus), Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA (Europa League), Taça Intertoto, Liga Portuguesa, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Taça da Liga Portuguesa, Supertaça de Portugal, Liga Inglesa, Supertaça Inglesa, Taça da Liga Inglesa, e Taça de Inglaterra; (3) Foram considerados apenas títulos em competições internacionais e nacionais, não tendo sido contabilizados títulos regionais.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

FC Porto e SL Benfica vão defrontar-se no próximo sábado pela 225ª vez, em competições oficiais, a contar para a 29ª jornada da Liga ZON Sagres 2012/2013 podendo o SL Benfica sagrar-se campeão em caso de vitória, ou ser apenas decidido o vencedor da prova na última jornada se se registar outro resultado.
No seguimento dos artigos publicados anteriormente, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Web, Finanças e Desempenho Desportivo), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas neste confronto.
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio pertence ao SL Benfica, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais. A título de exemplo, o FC Porto regista, neste momento, 82% do número de fãs do SL Benfica no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o slbenfica.pt está melhor colocado tanto a nível nacional como internacional.
[table id=187 /]
FINANÇAS
Relativamente à componente financeira, o SL Benfica apresenta valores superiores na maioria dos fluxos de receita, nomeadamente, no que respeita às receitas de bilheteira e comerciais. Por outro lado, o FC Porto apresenta valores superiores nas receitas de direitos televisivos e de prémios das competições da UEFA. Quanto à estrutura de proveitos dos dois clubes, verifica-se uma maior dependência do FC Porto face às receitas de bilheteira e direitos televisivos e do SL Benfica em relação às receitas de bilheteira e comerciais. Por último, o SL Benfica tem apresentado assistências médias superiores.
[table id=188 /]
DESEMPENHO DESPORTIVO
O FC Porto apresenta neste momento mais 3 vitórias do que o SL Benfica nos 224 jogos em competições oficiais entre as duas equipas. Relativamente aos restantes indicadores, o SL Benfica apresenta uma maior eficácia e um número de golos marcados superior enquanto que o FC Porto tem normalmente uma percentagem de posse de bola superior e menos golos sofridos.
[table id=189 /]
Qual é o seu palpite para este jogo?
Notas: (1) Dados recolhidos a 08 de Maio de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, UEFA Champions League (Taça dos Clubes Campeões Europeus), Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA (UEFA Europa League), Taça Intertoto, Liga Portuguesa, Campeonato de Portugal, Supertaça de Portugal, Taça da Liga Portuguesa, Taça de Portugal; (3) Foram contabilizados apenas os títulos em competições internacionais e nacionais não tendo sido considerados os títulos regionais.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Borussia Dortmund e Bayern Munchen irão defrontar-se no próximo sábado pela 96ª vez, em competições oficiais, a contar para a 32ª jornada da Bundesliga 2012/2013 sabendo-se à partida que o Bayern é já o campeão alemão desta época e sendo este um teste antes da Final da UEFA Champions League.
No seguimento dos artigos publicados anteriormente, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Web, Finanças e Desempenho Desportivo), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas neste confronto.
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio do Bayern Munchen é claro, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais, o que demonstra um grau de internacionalização superior. A título de exemplo, o Borussia Dortmund apenas regista, neste momento, 34% do número de fãs do Bayern no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o bvb.de está melhor colocado tanto a nível nacional como internacional.
[table id=162 /]
FINANÇAS
Também ao nível das receitas, o Bayern Munchen apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 4ª posição na Deloitte Football Money League 2013 comparativamente com o 11ª posto do Borussia Dortmund. De facto, a equipa de Munique apresenta valores superiores em todos os fluxos de receita. Relativamente à estrutura de proveitos dos dois clubes, verifica-se uma grande semelhança entre elas embora a equipa de Dortmund dependa mais das receitas de direitos televisivos. Por último, o Borussia tem apresentado assistências médias superiores.
[table id=163 /]
DESEMPENHO DESPORTIVO
O Bayern Munchen apresenta também melhores indicadores de desempenho desportivo tendo saído vitorioso por 41 vezes dos 95 jogos em competições oficiais entre as duas equipas comparativamente com 26 triunfos do Borussia Dortmund. Esta época, o domínio do Bayern na Bundesliga tem sido avassalador demonstrando um poder ofensivo estrondoso, o que é observável através dos restantes indicadores.
[table id=164 /]
Vencedor “Web”: Bayern Munchen
Vencedor “Finanças”: Bayern Munchen
Vencedor “Desempenho Desportivo”: Bayern Munchen
Qual é o seu palpite para este jogo?
Notas: (1) Dados recolhidos a 26 de Abril de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, UEFA Champions League, Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA (UEFA Europa League), Taça Intertoto, Liga Alemã, Supertaça da Alemanha, Taça da Liga Alemã, Taça da Alemanha.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

It is a thought that comes up often among those who follow football and discusses it daily: “teams, after being eliminated in the UEFA competitions, tend to show a poorer form.” Is this statement true?
In this context, Football Industry analyzed the performance of the 240 teams that participated in the last three editions of the UEFA Champions League and UEFA Europa League (2009/2010, 2010/2011 and 2011/2012) in the three games before their elimination in these competitions comparing them with the three games held after this event.
In the three seasons analyzed, the majority of the teams presented a poorer form after being eliminated in the UEFA competitions. Thus, in 2009/2010, 43% of the teams had worse outcomes after finishing their participation in these competitions. This value was 48% in 2010/2011 and 40% in 2011/2012.
Overall, the values ​​are the following ones:
[table id=150 /]
However, these values ​​differ depending on the league in which the team participates. Thus, we present below, the analysis of the performance of the teams after their elimination in UEFA competitions, by country:
[table id=151 /]
Regarding the leagues considered more competitive, the so-called Big 5 (Germany, Spain, France, England and Italy), we can observe that most of the teams from Germany, Spain and Italy had poorer results, while in the case of the English teams there is an equal number of clubs with a better and worse record and, in the case of the French teams, they tend to register better results after being eliminated from UEFA competitions.
Overall, in 15 of the 33 countries, clubs experienced a poorer form, in 8 cases better results, and in 2 there were no changes. In other countries there were equal percentages in two or more fields (eg. equal number of teams that have improved and worsened their form).
 
Notes: (1) UEFA competitions matches were not considered in the analysis of the performance of the teams before and after their elimination in these competitions (only were considered national competitions), (2) The analysis was performed from the group stage of the UEFA Champions League and UEFA Europa League onwards.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Bayern Munchen e Barcelona irão defrontar-se pela 7ª vez, em competições oficiais, esta terça-feira, na primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League.
Como já vem sendo hábito, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Web, Finanças e Desempenho Desportivo), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas neste confronto e na competição.
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio do Barcelona é avassalador, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais, o que demonstra um grau de internacionalização bastante superior. A título de exemplo, o Bayern apenas regista, neste momento, 16% do número de fãs do Barcelona no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o fcbarcelona.com está melhor colocado tanto a nível nacional como internacional.
[table id=142 /]
FINANÇAS
Também ao nível das receitas, o Barcelona apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 2ª posição na Deloitte Football Money League 2013 comparativamente com o 4ª posto do Bayern. De facto, a equipa espanhola apresenta valores superiores em todos os fluxos de receita exceto nas comerciais. Relativamente à estrutura de receitas dos dois clubes, verifica-se que o Bayern apresenta uma grande dependência face às receitas comerciais enquanto que a estrutura do Barcelona recai também sobre as receitas de direitos televisivos. Ambos os clubes têm apresentado índices de crescimento elevados e valores semelhantes provenientes de prémios da UEFA. Por último, o Barcelona detém um plantel e marca considerados mais valiosos e assistências médias superiores.
[table id=143 /]
DESEMPENHO DESPORTIVO
Historicamente, o Bayern apresenta melhores resultados nos confrontos diretos entre as duas equipas tendo saído vitorioso por 3 vezes dos 6 jogos em competições oficiais comparativamente com um único triunfo do Barcelona. Relativamente aos restantes indicadores de desempenho desta época, apresentados na tabela em baixo, verifica-se uma maior capacidade por parte do Bayern, à exceção do número de remates à baliza por jogo, posse de bola e eficácia no passe.
[table id=144 /]
Notas: (1) Dados recolhidos a 20 de Abril de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, UEFA Champions League, Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA (UEFA Europa League), Taça Intertoto, Liga Alemã, Supertaça da Alemanha, Taça da Liga Alemã, Taça da Alemanha, Liga Espanhola, Supertaça de Espanha, Taça do Rei, Taça da Liga Espanhola, Copa Eva Duarte de Perón e Taça das Cidades com Feiras.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

É um pensamento que surge frequentemente entre quem acompanha o futebol e o discute diariamente: “as equipas, após serem eliminadas nas competições da UEFA, tendem a apresentar uma quebra de forma”. Será esta afirmação verdadeira?
Neste âmbito, o Football Industry analisou o desempenho das 240 equipas que participaram nas últimas três edições da UEFA Champions League e da UEFA Europa League (2009/2010, 2010/2011 e 2011/2012) nos três jogos que antecederam a sua eliminação nestas competições comparando-os com os três jogos realizados após a referida eliminação.
Nas três épocas analisadas, a maioria das equipas registou uma quebra de forma após ser eliminada das competições da UEFA. Assim, em 2009/2010, 43% das equipas registou piores resultados após terminar a sua participação nas referidas competições, tendo este valor sido de 48% em 2010/2011 e de 40% em 2011/2012.
Em termos globais, os valores são os seguintes:
[table id=134 /]
No entanto, estes valores diferem consoante o campeonato no qual as equipas estão incluídas. Deste modo, apresentamos em baixo, a análise do desempenho das equipas, após a eliminação, por país:
[table id=135 /]
Relativamente aos campeonatos considerados mais competitivos, os Big 5 (Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália), verifica-se que a maioria das equipas alemãs, espanholas e italianas registaram uma quebra de forma, enquanto que no caso de Inglaterra a percentagem de equipas com pior e melhor registo se iguala e, no caso das equipas francesas, estas tenderam a registar uma melhoria de forma.
Globalmente, em 15 dos 33 países, os clubes registaram uma quebra de forma, em 8 dos casos melhores resultados, e em 2 não se registaram quaisquer alterações. Nos restantes países verificaram-se percentagens iguais em duas ou mais opções (exemplo: número igual de equipas que pioraram e melhoraram de forma).
 
Notas: (1) Os jogos das competições da UEFA não foram considerados na análise do desempenho das equipas antes e após a eliminação na prova (apenas foram consideradas competições nacionais); (2) Análise realizada a partir da fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League, inclusive.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry
Se pretender um relatório mais alargado, por favor, contacte a equipa do Football Industry através do email webmaster@football-industry.com.

Tottenham and Manchester City will play their 130th clash in official competitions, next Sunday, on the 34th matchday of the Barclays Premier League.
As has been usual, Football Industry presents a set of comparative tables between the two clubs, divided into three distinct areas (Web, Finance and Sports Performance), that will allow us to have an overview of the two teams, their size and possibilities in this clash and competition.
WEB
Regarding the online component, Manchester City shows a greater dominance presenting a higher number of fans/followers on all social networks. Concerning the websites of both clubs, at this time, tottenhamhotspur.com is best placed both nationally and internationally.
[table id=131 /]
FINANCE
Also in terms of revenue, Manchester City presents stronger figures occupying the 7th position in the Deloitte Football Money League 2013 compared with the 13th place of Tottenham. In fact, the team of Manchester has higher values ​​in all revenue streams except those that came from ticketing and UEFA competitions. Regarding the revenue structure of both clubs, City has a greater dependence on commercial revenues while Tottenham structure is more dependent on revenues from TV rights. In the last ten seasons, Manchester City has managed to achieve a remarkable growth, due to the effort of the club and its owners, more than tripling its revenue. Finally, although Tottenham’s brand is more valuable, Manchester City’s squad is considered as more expensive and has presented higher average attendances this season.
[table id=132 /]
SPORTS PERFORMANCE
Historically, Tottenham has performed better in direct clashes against Manchester City having been victorious 51 times in the 129 games in official competitions compared with 47 triumphs of the team of Manchester. Regarding the remaining performance indicators of this season, shown in the table below, Manchester City has shown a greater capacity, except in the two defensive indicators.
[table id=133 /]
Notes: (1) Data collected on April 13, 2013, (2) When counting the number of trophies won were considered the following competitions: FIFA Club World Cup, UEFA Champions League, UEFA Super Cup, Cup Winners Cup, Intercontinental Cup, UEFA Cup, Premier League, FA Community Shield, English League Cup and FA Cup.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Since the 92/93 season, the formerly known European Champions Clubs ‘Cup started to be called UEFA Champions League.
In this article, we present the number of clubs per championship that reached each stage of this competition allowing us to build a ranking of them. This analysis allows us to check which countries contribute most to the diversity of clubs present at UEFA Champions League.
The article is focused on the period between the seasons of 94/95 and 2012/2013 since the format adopted in 92/93 and 93/94 does not match the current one, given that it presented a knockout phase followed by two groups from which the two finalists were determined.
It is also important to note that from 97/98 the group stage started presenting six groups (previously were only 4), between 99/00 and 2002/2003 there were two group stages, and the fact that the round of 16 has only appeared in the end of the 2003/2004 season.
Group Stage
Since the 94/95 season, 126 clubs, from 31 countries, participated in the group stage of the UEFA Champions League. The majority of these clubs compete in the so-called top 5 European leagues (Big 5), namely, Spain, Germany, France, England and Italy, consisting of 40.5% of the total number of clubs.
[table id=117 /]
Round of 16
53 clubs, from 16 countries, have competed in the round of 16, a stage that only appeared in the 2003/2004 season, with the ranking being, again, led by Spain with 10 clubs and the remaining Big 5 (64.2% of clubs).
[table id=118 /]
Quarter Finals
Like the previous phase, the ranking of participation in the quarter finals of the UEFA Champions League is led by Spain and the other Big 5, gathering, as a whole, 63.8% of the total number of clubs. 47 clubs, from 16 countries, have competed in this stage.
[table id=119 /]
Semi Finals
Regarding the semi finals, we can observe once more the domain of the Big 5 and the leadership of Spain along with England (5 clubs). 80.8% of the clubs are from these 5 championships. 26 clubs, from 9 countries, participated in this stage.
[table id=120 /]
Final
Concerning UEFA Champions League’s Final, since 94/95 it was played by 16 different clubs from 7 countries. In the main phase of the competition, England has been the country with the highest number of clubs (Arsenal, Chelsea, Liverpool and Manchester United).
[table id=121 /]
Note: This article does not intend to show the number of participations per club and country but the number of different clubs from each championship that achieved each phase of the UEFA Champions League, since 94/95.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry