Artigos

Artigo originalmente publicado em www.totalfootballanalysis.com.

Terminamos hoje a série de artigos sobre a relação entre o desempenho desportivo e o salário anual médio pago por jogador com os clubes da Ligue 1.

Como habitualmente, numa primeira fase, iremos analisar individualmente cada época entre 2016/2017 e 2019/2020 de modo a aferir quais os clubes que atingiram melhores resultados entre estas duas variáveis. De seguida, examinaremos os 14 clubes que permaneceram na Ligue 1 durante este período e como se comportaram desportivamente face ao salário médio pago por jogador.

2016/2017

Na edição de 2016/2017 da liga francesa, o AS Monaco sagrou-se campeão apresentando o 2º salário anual médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Nantes alcançou a 7ª posição na competição com apenas o 2º salário mais baixo. No lado oposto, o Bastia foi o caso de menor sucesso terminando a liga no último lugar com o 12º salário médio mais alto.

Nenhum dos clubes apresentou a mesma posição no ranking de salários por jogador e na competição.

2017/2018

Na época seguinte, o Paris Saint-Germain venceu a liga com o salário anual médio por jogador mais alto.

O Dijon e Guingamp foram as surpresas alcançando a 11ª e 12ª posições no campeonato apenas com o 17º e 18º salários médios mais elevados. Pelo contrário, o Lille foi o caso de menor sucesso terminando na 17ª posição com o 7º valor mais elevado.

O PSG, AS Monaco, Girondins Bordeaux e Strasbourg apresentaram a mesma posição na liga e no ranking de salários.

2018/2019

A época passada não foi diferente e o PSG venceu novamente o campeonato apresentando também, uma vez mais, o salário médio mais elevado.

No lado positivo, o Nimes alcançou o 9º posto com o salário médio por jogador mais baixo da liga. De uma perspetiva negativa, o AS Monaco foi o caso de menor sucesso terminando a liga na 17ª posição com o 4º salário médio mais elevado.

O PSG, Olympique Lyonnais e Angers apresentaram as mesmas posições no ranking de salários e no campeonato.

2019/2020

Com o cancelamento da época devido à pandemia, o PSG venceu mais um título com o salário médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Stade Reims realizou um campeonato incrível alcançando a 5ª posição com o 17º salário médio por jogador mais alto da liga. No lado oposto, o Saint Étienne foi a desilusão terminando no 17º lugar apresentando o 6º salário médio mais elevado.

Apenas o PSG ocupou a mesma posição no campeonato e no ranking de salário médio por jogador.

2016/2017 a 2019/2020 – Que clube melhor rentabiliza o salário pago aos seus jogadores

Por ultimo, analisamos o desempenho e salários dos 14 clubes que permaneceram na Ligue 1 entre 2016/2017 e 2019/2020.

O gigante Paris Saint-Germain é o clube com o salário anual médio por jogador mais elevado. O Nantes e o Angers são os clubes com mais sucesso quando comparamos o seu desempenho desportivo com o salário anual médio pago por jogador, tendo alcançado, em média, o 10º e 12º lugares apenas com o 13º e 15º salários médios mais elevados.

In the document below, we present the amounts received in the past four years by the 32 teams participating in the 2013/2014 edition of UEFA Champions League.
These values ​​allow us to assess the differences between and within groups. Thus, groups H (Barcelona, AC Milan, Ajax and Celtic) and D (Bayern Munchen, CSKA Moskva, Manchester City and Viktoria Plzen) are the ones that, in aggregate, gathered the highest amount of revenues distributed by UEFA in the last four seasons. Group G is on the opposite side (FC Porto, Zenit, Atletico Madrid and Austria Wien) gathering only 98.4 million Euros. Group D also includes the top-team with the largest share in the total group’s bonus (Bayern Munchen).
Regarding the disparity between clubs from the same group, considering the difference in the weight of each club compared with the total bonuses of the group, it appears that groups F (Arsenal, Borussia Dortmund, Olympique Marseille and Napoli) and C (SL Benfica, Olympiacos, Paris Saint-Germain and Anderlecht) are the most balanced ones. Group A (Manchester United, Shakhtar Donetsk, Bayer Leverkusen and Real Sociedad) is at the opposite side.
Check the document below for a more detailed analysis.
[gview file=”http://football-industry.com/wp-content/uploads/The-Clubs-of-the-2013-14-Champions-League-Group-Stage.pdf” save=”0″]
Notes: (1) For the purposes of this research, we considered the values ​​distributed by UEFA to the clubs competing in the UEFA Champions League and UEFA Europa League between 2009/10 and 2012/13, (2) The figures shown do not include market pool revenues.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

 
Last July, UEFA revealed the prizes awarded to clubs that competed in the 2012/2013 editions of the UEFA Champions League (CL) and UEFA Europa League (EL).
In this context, we present an overview of the performance of the clubs that took part in these competitions between 2009/2010 and 2012/2013 (period after the process of UEFA Cup‘s rebranding).
The prizes awarded by UEFA to clubs that reach the group stage of the competition are based on the following points (2012/2013 amounts):
1.Participation bonus: the same for all clubs (8.6 million Euros in CL 12/13 and 1.3 million Euros in EL 12/13);
2.Performance bonus in the Group Stage: 1 million Euros per win and 500,000 for each draw in CL 12/13 and 200,000 per win and 100,000 for each tie in EL 12/13;
3.Market Pool: amount of the TV rights distributed according to the value of the television market of the club’s country of origin;
4.Place achieved in the Group Stage (only for EL): prize awarded to the 1st and 2nd placed teams of each group (400,000 Euros for the 1st placed and 200,000 Euros for the 2nd one in EL 12/13);
5.Round of 32 (only for EL): bonus for qualifying to this stage of the competition (200,000 Euros in EL 12/13);
6.Round of 16: bonus for qualifying to this stage of the competition (3.5 million Euros in CL 12/13 and 350,000 Euros in EL 12/13);
7.Quarter-finals: bonus for qualifying to this stage of the competition (3.9 million Euros in CL 12/13 and 450,000 Euros in EL 12/13);
8.Semi-finals: bonus for qualifying to this stage of the competition (4.9 million Euros in CL 12/13 and 1 million Euros in EL 12/13);
9.Runners-up: 6.5 million Euros in CL 12/13 and 2.5 million Euros in EL 12/13;
10.Winner: 10.5 million Euros in CL 12/13 and 5 million in EL 12/13;
11.We must also consider the Market Pool distributed to the teams that participated in EL by having reached the 3rd place in the group stage of the CL.
Thus, between 2009/10 and 2012/13, Chelsea was the club earning the largest amount (178 million Euros). In the Top 10 we can find three clubs from England (Chelsea, Manchester United and Arsenal), three from Italy (AC Milan, Internazionale and Juventus), two from Spain (Barcelona and Real Madrid) and two from Germany (Bayern Munchen and Borussia Dortmund). Regarding the Portuguese teams, FC Porto comes in the 17th place, SL Benfica in the 18th, SC Braga in the 42nd and Sporting CP in the 77th one.
In this period, 146 clubs from 34 countries took part in these competitions. When analyzing the bonus distribution by country, it turns out that England was the country raising the highest amount (647 million Euros) being represented by 11 clubs, followed by Spain with 560 million Euros and 10 clubs. Portugal comes in the 6th place with 161 million Euros and 7 clubs.
During these 4 seasons, UEFA distributed about 3,804 million Euros to the clubs that took part in the group stages and onwards of these competitions.
 
 
TOP 50 – CLUBS THAT RECEIVED MORE REVENUES FROM UEFA (09/10 to 12/13)
[table id=290 /]
REVENUES BY COUNTRY – All the participating teams between 09/10 and 12/13 (146 Clubs)
[table id=291 /]
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry
 

Na passada quinta-feira, realizou-se o sorteio da fase de grupos da edição de 2013/2014 da UEFA Champions League. Neste sentido, o Football Industry recolheu os prémios de desempenho recebidos pelos clubes participantes nas competições da UEFA entre 2009/2010 e 2012/2013 (não incluem as receitas de market pool).
No documento em baixo, poderá consultar os valores recebidos pelas 32 equipas presentes na fase de grupos da UEFA Champions League 2013/2014 nos últimos quatro anos.
Estes valores permitem-nos também analisar as disparidades entre os grupos sorteados e entre as equipas de cada grupo. Assim, os grupos H (Barcelona, AC Milan, Ajax e Celtic) e D (Bayern Munchen, CSKA Moskva, Manchester City e Viktoria Plzen) são aqueles que, em termos agregados, reúnem o maior montante de prémios da UEFA recebidos nos últimos quatro anos. Paralelamente, o grupo G encontra-se no lado oposto (FC Porto, Zenit, Atlético de Madrid e Austria Wien) reunindo apenas 98,4 milhões de Euros. O grupo D inclui também o cabeça-de-série com o maior peso no total de prémios do seu grupo (Bayern Munchen).
Relativamente à disparidade entre os clubes do mesmo grupo, considerando a diferença do peso de cada clube face ao total de prémios do seu grupo, verifica-se que os grupos F (Arsenal, Borussia Dortmund, Olympique Marseille e Napoli) e C (SL Benfica, Olympiacos, Paris Saint-Germain e Anderlecht) são os mais equilibrados. O grupo A (Manchester United, Shakhtar Donetsk, Bayer Leverkusen e Real Sociedad) encontra-se no polo contrário.
No documento em baixo poderá consultar uma análise mais detalhada.
[gview file=”http://football-industry.com/wp-content/uploads/Prémios_Equipas_Fase_Grupos_CL_13-14.pdf” save=”0″]
Notas: (1) Foram considerados os valores atribuídos pela UEFA aos clubes que participaram na UEFA Champions League e UEFA Europa League entre 2009/10 e 2012/13; (2) Os valores apresentados não incluem as receitas de market pool.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

A UEFA revelou, esta semana, os prémios atribuídos aos clubes que disputaram a edição de 2012/2013 da UEFA Champions League (CL) e da UEFA Europa League (EL).
Neste âmbito, apresentamos de seguida um balanço da prestação dos clubes participantes nestas competições entre as épocas 2009/2010 e 2012/2013 (período após o processo de rebranding da UEFA Cup).
Os prémios atribuídos pela UEFA aos clubes que alcançam a fase de grupos destas competições, assentam nos seguintes pontos (valores de 2012/2013):
1. Prémio de participação: igual para todos os clubes (8,6 milhões de Euros na CL 12/13 e 1,3 milhões de Euros na EL 12/13);
2. Prémios pela performance na Fase de Grupos: 1 milhão de Euros por cada vitória e 500 mil por cada empate na CL 12/13 e 200 mil por cada vitória e 100 mil por cada empate na EL 12/13;
3. Market Pool: valor de direitos televisivos distribuídos de acordo com o valor do mercado televisivo do país de origem do clube;
4. Classificação alcançada na Fase de Grupos (apenas na EL): prémio atribuído ao 1º e 2º classificados de cada grupo (400 mil Euros para o 1º classificado e 200 mil Euros para o 2º);
5. Dezasseis-avos-de-final (apenas na EL): prémio pela passagem a esta fase da prova (200 mil Euros na EL 12/13);
6. Oitavos-de-final: prémio pela passagem a esta fase da prova (3,5 milhões de Euros na CL 12/13 e 350 mil Euros na EL 12/13);
7. Quartos-de-final: prémio pela passagem a esta fase da prova (3,9 milhões de Euros na CL 12/13 e 450 mil Euros na EL 12/13);
8. Meias-finais: prémio pela passagem a esta fase da prova (4,9 milhões de Euros na CL 12/13 e 1 milhão de Euros na EL 12/13);
9. Finalista vencido: 6,5 milhões de Euros na CL 12/13 e 2,5 milhões de Euros na EL 12/13;
10. Vencedor: 10,5 milhões de Euros na CL 12/13 e 5 milhões na EL 12/13;
11. Há também que considerar o Market Pool distribuído pelas equipas que participaram na EL provenientes da CL por terem atingido o 3º lugar na fase de grupos da desta competição.
Desta forma, no período em análise, o Chelsea foi o clube que arrecadou o maior montante entre 2009 e 2013 (178 milhões de Euros). No Top 10 encontram-se três clubes de Inglaterra (Chelsea, Manchester United e Arsenal), três de Itália (AC Milan, Internazionale e Juventus), dois de Espanha (Barcelona e Real Madrid) e dois da Alemanha (Bayern Munchen e Borussia Dortmund). No que respeita às equipas portuguesas, o FC Porto surge no 17º lugar, o SL Benfica em 18º, o SC Braga em 42º e o Sporting CP em 77º.
No período em análise, participaram 146 clubes de 34 países diferentes nestas competições. Analisando a distribuição dos prémios por país, verifica-se que a Inglaterra foi o país que arrecadou o montante mais elevado (647 milhões de Euros) tendo sido representada por onze clubes, seguida da Espanha com 560 milhões de Euros e representada por dez clubes. Portugal, encontra-se no sexto lugar com 161 milhões de Euros tendo sido representado por sete clubes.
No período em análise, a UEFA distribuiu cerca de 3.804 milhões de Euros pelos clubes participantes na fase de grupos em diante destas competições.
TOP 50 – CLUBES QUE RECEBERAM MAIS RECEITAS DA UEFA (09/10 a 12/13)
[table id=263 /]
RESUMO POR PAÍS – Todos os Clubes Participantes entre 09/10 e 12/13 (146 Clubes)
[table id=264 /]
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Entre Maio e Junho de 2013, verifica-se que, em termos globais, o número de seguidores dos clubes presentes na edição 12/13 da Liga Francesa, Ligue 1, cresceu cerca de 5% (inferior ao período anterior), o que corresponde a cerca de 381.000 novos fãs, principalmente devido novamente ao astronómico crescimento do Paris Saint Germain.
Relativamente às posições ocupadas pelos clubes, verificou-se a troca de lugar entre o Saint Etienne (12º) e o Lorient (13º) e a subida do Bastia ao 14º lugar por troca com o Nancy (15º) e o Evian (16º). Paris Saint Germain, Olympique Marseille e Olympique Lyonnais ocupam as três primeiras posições agregando cerca de 74% do total de fãs dos clubes participantes na Ligue 1.
O Bastia registou um crescimento assinalável tendo aumentado a sua base de fãs em cerca de 38% durante o período em análise.
[table id=258 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 23 de Junho de 2013.

After the final of the UEFA Champions League, we present some key figures of the 2012/2013 edition regarding the games, teams and players that took part in this competition.
 
Games: 124
Teams: 32
Players: 704 (average of 22 per team)
Goals: 365 (2.9 per game)
1-15 Minute Goals: 41 (11.1%)
16-30 Minute Goals: 55 (14.9%)
31-45 Minute Goals: 61 (16.5%)
– Additional Time (1st half) Goals: 7 (1.9%)
– 46-60 Minute Goals: 59 (15.9%)
– 61-75 Minute Goals: 57 (15.4%)
– 76-90 Minute Goals: 68 (18.4%)
– Additional Time (2nd half) Goals: 22 (5.9%)
– Extra Time (1st half) Goals: 0 (0%)
– Extra Time (2nd half) Goals: 0 (0%)
– Offsides: 662 (5.3 per game)
– Fouls: 3,395 (27.4 per game)
Corner Kicks: 1,296 (10.5 per game)
– Yellow cards: 545 (4.4 per game)
– Red Cards: 20 (0.2 per game)
Top 3 Best Scorers: 1st – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (12 Goals, Accuracy 16%, scored every 90 minutes), 2nd – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (10 goals; Accuracy 22%, scored every 109 minutes); 3rd – Burak Yilmaz, Galatasaray (8 goals, 24% Accuracy, scored every 96 minutes)
Top 3 Players with More Assists: 1st – Zlatan Ibrahimovic, PSG (7), 2nd – Karim Benzema, Real Madrid (5), 3rd – Mesut Ozil, Real Madrid (5)
– Top 3 Players with More Shots on Target: 1st – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (53 shots, 4.4 per game), 2nd – Lionel Messi, Barcelona (28 shots, 2.5 per game), 3rd – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (26 shots, 2 per game)
Teams with More Goals per game: 1st – Chelsea, England (2.67), 2nd – Bayern Munchen, Germany (2.38), 3rd – Real Madrid, Spain (2.17)
Goals per Match Finalists: Bayern Munchen, Germany (2.38); Borussia Dortmund, Germany (1.85)
Top 3 Teams with More Shots on Target: 1st – Real Madrid, Spain (135), 2nd – Borussia Dortmund, Germany (115), 3rd – Bayern Munchen, Germany (113)
Commercial Gross Revenues (Euros): 1,340 million
Revenues Distributed to Clubs (Euros): 910 million
 
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Após a final da UEFA Champions League, apresentamos alguns números-chave da edição de 2012/2013 referentes aos jogos, equipas e jogadores que fizeram parte desta competição.
 
– Jogos: 124
– Equipas: 32
– Jogadores: 704 (média de 22 por equipa)
– Golos: 365 (2,9 por jogo)
– Golos Minuto 1-15: 41 (11,1%)
– Golos Minuto 16-30: 55 (14,9%)
– Golos Minuto 31-45: 61 (16,5%)
– Golos Descontos 1ª Parte: 7 (1,9%)
– Golos Minuto 46-60: 59 (15,9%)
– Golos Minuto 61-75: 57 (15,4%)
– Golos Minuto 76-90: 68 (18,4%)
– Golos Descontos 2ª Parte: 22 (5,9%)
– Golos 1ª Parte do Prolongamento: 0 (0%)
– Golos 2ª Parte do Prolongamento: 0 (0%)
– Foras de Jogo: 662 (5,3 por jogo)
– Faltas: 3.395 (27,4 por jogo)
– Cantos: 1.296 (10,5 por jogo)
– Cartões Amarelos: 545 (4,4 por jogo)
– Cartões Vermelhos: 20 (0,2 por jogo)
– Top 3 Melhores Marcadores: 1º – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (12 Golos; Eficácia 16%; um golo a cada 90 minutos); 2º – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (10 Golos; Eficácia 22%; um golo a cada 109 minutos); 3º – Burak Yilmaz, Galatasaray (8 Golos; Eficácia 24%; um golo a cada 96 minutos)
– Top 3 Assistências: 1º –Zlatan Ibrahimovic, PSG (7); 2º – Karim Benzema, Real Madrid (5); 3º – Mesut Ozil, Real Madrid (5)
– Top 3 Remates à Baliza: 1º – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (53 Remates, 4,4 por jogo); 2º – Lionel Messi, Barcelona (28 Remates, 2,5 por jogo); 3º – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (26 Remates, 2 por jogo)
– Equipas com mais Golos por Jogo: 1º – Chelsea, Inglaterra (2,67); 2º – Bayern Munchen, Alemanha (2,38); 3º –Real Madrid, Espanha (2,17)
– Golos por Jogo Finalistas: Bayern Munchen, Alemanha (2,38); Borussia Dortmund, Alemanha (1,85)
– Top 3 Equipas com mais Remates à Baliza: 1º – Real Madrid, Espanha (135), 2º – Borussia Dortmund, Alemanha (115); 3º – Bayern Munchen, Alemanha (113)
– Receitas Comerciais Brutas (Euros): 1.340 milhões
– Receitas Distribuídas pelos Clubes Participantes (Euros): 910 milhões
[youtube id=”c_iXyL4GvJY”]
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Entre Abril e Maio de 2013, verifica-se que, em termos globais, o número de seguidores dos clubes presentes na edição 12/13 da Liga Francesa, Ligue 1, cresceu cerca de 7% (inferior ao período anterior), o que corresponde a cerca de 533.000 novos fãs, principalmente devido novamente ao astronómico crescimento do Paris Saint Germain.
Relativamente às posições ocupadas pelos clubes, verificou-se apenas a troca de lugar entre Evian (15º) e o Bastia (16º). Paris Saint Germain, Olympique Marseille e Olympique Lyonnais ocupam as três primeiras posições agregando cerca de 73% do total de fãs dos clubes participantes na Ligue 1.
O PSG continua a registar taxas de crescimento muito elevadas tendo aumentado a sua base de fãs em cerca de 16% durante o período em análise.
[table id=224 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 19 de Maio de 2013.

Relativamente à Ligue 1, entre Março e Abril de 2013, verifica-se que, em termos globais, o número de seguidores dos clubes presentes na edição 12/13 da Liga Francesa cresceu 10% (superior ao período anterior), o que corresponde a cerca de 656.000 novos fãs, principalmente devido ao astronómico crescimento do Paris Saint Germain.
Neste período, o Paris Saint Germain (PSG) assumiu a liderença tendo o Olympique de Marseille passado para o segundo lugar não se tendo registo mais alterações. Os referidos clubes agregam cerca de 72% do total de fãs dos participantes na Ligue 1.
Relativamente à taxa de crescimento, o PSG continua a registar taxas muito elevadas tendo aumentado a sua base de fãs em cerca de 24% durante o período em análise.
[table id=138 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 18 de Abril de 2013.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry