Artigos

A UEFA Champions League, desde que assumiu esta designação em 1992/1993, leva já 27 edições. Neste período, foram 13 os clubes que a venceram oriundos de 7 países diferentes. O principal destaque vai para os colossos espanhóis Real Madrid CF e FC Barcelona com um total de 11 edições ganhas (41%) que fazem da Espanha o país com mais vitórias na UCL desde 1992/1993.

Apenas por duas vezes a UCL não foi ganha por um clube dos países chamados “Big-5”: em 1994/1995 pelo AFC Ajax (Holanda) e em 2003/2004 pelo FC Porto (Portugal).

 

Em teoria, países com maior população aliada a infraestruturas e profissionais de qualidade, terão tendência para apresentarem instituições desportivas mais capazes de alcançar títulos importantes, como é o caso, por exemplo, da Alemanha. No entanto, devem ser considerados vários factores de modo a retirarmos conclusões válidas. Um deles prende-se com o volume da população do país. Neste aspecto, Espanha e Portugal são os que apresentam melhor rácio quando comparamos o número de edições ganhas com o volume populacional.

Siga-nos no Facebook https://www.facebook.com/FootballIndustry e no Instagram https://www.instagram.com/football.industry/

O índice “Football Industry Return on Investment Index” procura analisar o impacto do investimento realizado pelos clubes no mercado de transferências de 2013/14 no seu desempenho na liga nacional. Este impacto é verificado comparando os pontos acumulados pelo clube até ao momento com o número que apresentava em 2012/13, à mesma jornada, sendo esta diferença posteriormente confrontada com o investimento realizado.
A título de exemplo, o Liverpool, à 17ª jornada da época corrente, apresenta um crescimento de 0,23 pontos, face a 2012/13, por cada milhão de Euros investido no mercado de transferências de 2013/14.
[table id=321 /]
NOTAS: (1) Pontos Adicionais por cada Milhão Investido = Diferença Pontual, à mesma jornada, entre 2013/14 e 2012/13 : Investimento realizado no Mercado de Transferências de 2013/14; (2) Taxa de Câmbio 01 Novembro de 2013: 1 GBP = 1,19708 EUR; (3) Apenas foram consideradas as equipas que permaneceram nas ligas analisadas entre 2012/13 e 2013/14; (4) Dados analisados até 24 de Dezembro de 2013: Bundesliga – 17ª jornada, Ligue 1 – 19ª jornada, Liga BBVA – 17ª jornada, Barclays Premier League – 17ª jornada, e Serie A – 17ª jornada.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Numa altura em que se aproxima o mercado de transferências de Inverno, o Football Industry apresenta-lhe o investimento realizado pelos clubes das 5 principais ligas europeias no verão de 2013 (Barclays Premier League, Bundesliga, Liga BBVA, Ligue 1 e Serie A).
Real Madrid, Monaco, Tottenham, Manchester City e Paris Saint-Germain destacaram-se dos restantes clubes tendo estado envolvidos em transferências milionárias de estrelas como Bale, Isco, Falcao, James Rodriguez, Lamela, Soldado, Fernandinho, Negredo, Cavani e Marquinhos.
[table id=312 /]
Siga-nos no Facebook! http://facebook.com/footballindustry

In the document below, we present the amounts received in the past four years by the 32 teams participating in the 2013/2014 edition of UEFA Champions League.
These values ​​allow us to assess the differences between and within groups. Thus, groups H (Barcelona, AC Milan, Ajax and Celtic) and D (Bayern Munchen, CSKA Moskva, Manchester City and Viktoria Plzen) are the ones that, in aggregate, gathered the highest amount of revenues distributed by UEFA in the last four seasons. Group G is on the opposite side (FC Porto, Zenit, Atletico Madrid and Austria Wien) gathering only 98.4 million Euros. Group D also includes the top-team with the largest share in the total group’s bonus (Bayern Munchen).
Regarding the disparity between clubs from the same group, considering the difference in the weight of each club compared with the total bonuses of the group, it appears that groups F (Arsenal, Borussia Dortmund, Olympique Marseille and Napoli) and C (SL Benfica, Olympiacos, Paris Saint-Germain and Anderlecht) are the most balanced ones. Group A (Manchester United, Shakhtar Donetsk, Bayer Leverkusen and Real Sociedad) is at the opposite side.
Check the document below for a more detailed analysis.
[gview file=”http://football-industry.com/wp-content/uploads/The-Clubs-of-the-2013-14-Champions-League-Group-Stage.pdf” save=”0″]
Notes: (1) For the purposes of this research, we considered the values ​​distributed by UEFA to the clubs competing in the UEFA Champions League and UEFA Europa League between 2009/10 and 2012/13, (2) The figures shown do not include market pool revenues.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Na passada quinta-feira, realizou-se o sorteio da fase de grupos da edição de 2013/2014 da UEFA Champions League. Neste sentido, o Football Industry recolheu os prémios de desempenho recebidos pelos clubes participantes nas competições da UEFA entre 2009/2010 e 2012/2013 (não incluem as receitas de market pool).
No documento em baixo, poderá consultar os valores recebidos pelas 32 equipas presentes na fase de grupos da UEFA Champions League 2013/2014 nos últimos quatro anos.
Estes valores permitem-nos também analisar as disparidades entre os grupos sorteados e entre as equipas de cada grupo. Assim, os grupos H (Barcelona, AC Milan, Ajax e Celtic) e D (Bayern Munchen, CSKA Moskva, Manchester City e Viktoria Plzen) são aqueles que, em termos agregados, reúnem o maior montante de prémios da UEFA recebidos nos últimos quatro anos. Paralelamente, o grupo G encontra-se no lado oposto (FC Porto, Zenit, Atlético de Madrid e Austria Wien) reunindo apenas 98,4 milhões de Euros. O grupo D inclui também o cabeça-de-série com o maior peso no total de prémios do seu grupo (Bayern Munchen).
Relativamente à disparidade entre os clubes do mesmo grupo, considerando a diferença do peso de cada clube face ao total de prémios do seu grupo, verifica-se que os grupos F (Arsenal, Borussia Dortmund, Olympique Marseille e Napoli) e C (SL Benfica, Olympiacos, Paris Saint-Germain e Anderlecht) são os mais equilibrados. O grupo A (Manchester United, Shakhtar Donetsk, Bayer Leverkusen e Real Sociedad) encontra-se no polo contrário.
No documento em baixo poderá consultar uma análise mais detalhada.
[gview file=”http://football-industry.com/wp-content/uploads/Prémios_Equipas_Fase_Grupos_CL_13-14.pdf” save=”0″]
Notas: (1) Foram considerados os valores atribuídos pela UEFA aos clubes que participaram na UEFA Champions League e UEFA Europa League entre 2009/10 e 2012/13; (2) Os valores apresentados não incluem as receitas de market pool.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Entre Maio e Junho de 2013, verifica-se que, em termos globais, o número de seguidores dos clubes presentes na edição 12/13 da Liga Francesa, Ligue 1, cresceu cerca de 5% (inferior ao período anterior), o que corresponde a cerca de 381.000 novos fãs, principalmente devido novamente ao astronómico crescimento do Paris Saint Germain.
Relativamente às posições ocupadas pelos clubes, verificou-se a troca de lugar entre o Saint Etienne (12º) e o Lorient (13º) e a subida do Bastia ao 14º lugar por troca com o Nancy (15º) e o Evian (16º). Paris Saint Germain, Olympique Marseille e Olympique Lyonnais ocupam as três primeiras posições agregando cerca de 74% do total de fãs dos clubes participantes na Ligue 1.
O Bastia registou um crescimento assinalável tendo aumentado a sua base de fãs em cerca de 38% durante o período em análise.
[table id=258 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 23 de Junho de 2013.

After the huge on-pitch success of Bayern Munchen this season, the German club took the lead of the 2013 edition of the ranking compiled by Brand Finance which includes the 50 world’s most valuable football brands.
Inversely, Manchester United went on to take the second place in the ranking being, however, beyond Real Madrid, the only team with an AAA+ rating assigned by Brand Finance.
Spanish and Italian clubs have seen their growth be affected by adverse economic conditions. On the other hand, Brazilian and Turkish clubs registered significant growth rates associated with the emerging economies of their countries and the passion of their supporters.
The average growth of the 50 brands within the ranking was 7% adding together a total value of 6,647 million Euros. Currently, the 50 clubs represented are associated with 10 different suppliers of sports equipment (the lead belongs to Adidas with 18 clubs followed by Nike with 14).
[table id=239 /]
The ranking includes clubs from ten different countries being England and Germany the two ones most represented (14 and 8 clubs respectively) aggregating more than 50% of the total value of the 50 brands.
[table id=238 /]
Note: Exchange rate May 29, 2013: 1 USD = 0,772821 EUR.

Após o enorme sucesso desportivo do Bayern Munchen esta temporada, o clube alemão assumiu a liderança da edição de 2013 do ranking elaborado pela Brand Finance que integra os 50 clubes com as marcas mais valiosas do futebol mundial.
No sentido inverso, o Manchester United passou a ocupar o segundo lugar do ranking sendo, no entanto, além do Real Madrid, a única equipa com um rating AAA+ atribuído pela Brand Finance.
Os clubes espanhóis e italianos viram o seu crescimento ser afetado por condições económicas adversas. Por outro lado, os clubes brasileiros e turcos registaram taxas de crescimento significativas associadas às economias emergentes dos seus países e à paixão dos seus adeptos.
O crescimento médio das 50 marcas que integram o ranking foi de 7% somando, em conjunto, um valor total de 6.647 milhões de Euros. Atualmente, os 50 clubes representados estão associados a 10 diferentes fornecedores de equipamento desportivo (a liderança pertence à Adidas com 18 clubes seguida da Nike com 14).
[table id=235 /]
O ranking inclui clubes originários de dez países diferentes sendo a Inglaterra e a Alemanha os dois mais representados (14 e 8 clubes respetivamente) agregando mais de 50% do valor total das 50 marcas.
[table id=236 /]
Nota: Taxa de câmbio 29 Maio de 2013: 1 USD = 0,772821 EUR.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Entre Abril e Maio de 2013, verifica-se que, em termos globais, o número de seguidores dos clubes presentes na edição 12/13 da Liga Francesa, Ligue 1, cresceu cerca de 7% (inferior ao período anterior), o que corresponde a cerca de 533.000 novos fãs, principalmente devido novamente ao astronómico crescimento do Paris Saint Germain.
Relativamente às posições ocupadas pelos clubes, verificou-se apenas a troca de lugar entre Evian (15º) e o Bastia (16º). Paris Saint Germain, Olympique Marseille e Olympique Lyonnais ocupam as três primeiras posições agregando cerca de 73% do total de fãs dos clubes participantes na Ligue 1.
O PSG continua a registar taxas de crescimento muito elevadas tendo aumentado a sua base de fãs em cerca de 16% durante o período em análise.
[table id=224 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 19 de Maio de 2013.

Relativamente à Ligue 1, entre Março e Abril de 2013, verifica-se que, em termos globais, o número de seguidores dos clubes presentes na edição 12/13 da Liga Francesa cresceu 10% (superior ao período anterior), o que corresponde a cerca de 656.000 novos fãs, principalmente devido ao astronómico crescimento do Paris Saint Germain.
Neste período, o Paris Saint Germain (PSG) assumiu a liderença tendo o Olympique de Marseille passado para o segundo lugar não se tendo registo mais alterações. Os referidos clubes agregam cerca de 72% do total de fãs dos participantes na Ligue 1.
Relativamente à taxa de crescimento, o PSG continua a registar taxas muito elevadas tendo aumentado a sua base de fãs em cerca de 24% durante o período em análise.
[table id=138 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 18 de Abril de 2013.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry