Artigos

A partir da época 92/93, a anteriormente denominada European Champions Clubs’ Cup, Taça dos Clubes Campeões Europeus, passou a ser conhecida por UEFA Champions League, Liga dos Campeões.
Neste artigo, apresentamos o número de clubes por campeonato que atingiu cada uma das fases desta competição permitindo-nos construir um ranking dos mesmos. Esta análise permite verificar quais os países que mais contribuem para a diversidade de clubes presentes nesta competição da UEFA.
O artigo centra-se no período entre as épocas de 94/95 e 2012/2013 uma vez que em 92/93 e 93/94 o formato adoptado não corresponde ao da edição actual apresentando, nessas épocas, uma fase a eliminar seguida de dois grupos a partir dos quais eram apurados os dois finalistas.
É também importante referir, que a partir de 97/98 a fase de grupos passou a apresentar 6 grupos (anteriormente eram apenas 4), entre 99/00 e 2002/2003 existiram duas fases de grupos, e o facto de os oitavos-de-final apenas terem surgido na época de 2003/2004 na qual voltou a haver apenas uma fase de grupos.
Fase de Grupos
Desde a época de 94/95, 126 clubes, originários de 31 países, participaram na fase de grupos da UEFA Champions League. A maioria dos clubes competem nas consideradas 5 melhores ligas europeias (Big 5), nomeadamente, Espanha, Alemanha, França, Inglaterra e Itália, agregando 40,5% do total de clubes.
[table id=104 /]
Oitavos-de-Final
No que diz respeito aos oitavos-de-final, fase que apenas surgiu na época de 2003/2004, participaram 53 clubes de 16 países, sendo o ranking novamente liderado pela Espanha com 10 clubes e pelos restantes Big 5 (64,2% dos clubes).
[table id=105 /]
Quartos-de-Final
À semelhança da fase anterior, o ranking de presenças nos quartos-de-final da UEFA Champions League é liderado pela Espanha e restantes Big 5, agregando 63,8% dos clubes. Nesta fase participaram 47 clubes de 16 países.
[table id=106 /]
Meias-Finais
Quanto às meias-finais da competição, volta a registar-se o domínio dos Big 5 e a liderança da Espanha juntamente com a Inglaterra (5 clubes), sendo 80,8% dos clubes provenientes dos referidos 5 campeonatos. Nesta fase participaram 26 clubes de 9 países.
[table id=107 /]
Final
Em relação à final da UEFA Champions League, desde 94/95 foi disputada por 16 clubes diferentes provenientes de 7 países. Na principal fase da competição, Inglaterra tem contribuído com mais clubes do que os restantes países (Arsenal, Chelsea, Liverpool e Manchester United).
[table id=108 /]
Nota: Este artigo não pretende apresentar o número de participações por país e clube mas sim o número de clubes de cada campeonato que, desde 94/95, conseguiu alcançar cada uma das fases da UEFA Champions League.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry
Se pretender um relatório mais alargado, por favor, contacte a equipa do Football Industry através do email webmaster@football-industry.com.

Esta terça-feira terá lugar em Old Trafford um embate entre dois gigantes do futebol mundial, Manchester United e Real Madrid. Em causa está a passagem aos quartos-de-final da UEFA Champions League após o empate a um golo na primeira mão. O Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre ambos os clubes dividido em três áreas distintas: Web, Finanças e Performance Desportiva.
O referido comparativo permite-nos ter uma visão global dos dois clubes, da sua dimensão e das possibilidades de ambas as equipas.
WEB
Manchester United e Real Madrid apresentam estratégias diferentes no que respeita às redes sociais. Enquanto que o primeiro aposta apenas no Facebook, o Real Madrid está presente num maior número de plataformas de media social tendo mais seguidores do que o Manchester United, inclusive no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, tanto a nível internacional como local, o manutd.com apresenta-se numa melhor posição.
[table id=49 /]
FINANÇAS
A nível financeiro, o Real Madrid apresenta uma situação mais fortalecida sendo o clube que apresenta as maiores receitas a nível mundial tendo ultrapassado pela primeira vez a fasquia dos 500 milhões de Euros em 2011/2012. Simultaneamente, apresenta também uma dívida líquida inferior à do Manchester United. No entanto, o valor da marca do clube inglês é considerado superior e tem obtido melhores resultados nas competições da UEFA recebendo assim montantes superiores aos do Real Madrid por esta via. Finalmente, o valor de mercado do plantel do Real Madrid é superior e o Manchester United tem apresentado uma assistência média mais elevada em 2012/2013.
[table id=50 /]
PERFORMANCE DESPORTIVA
Relativamente à componente desportiva, o Real Madrid apresenta um maior domínio tendo saído vitorioso por três vezes dos nove confrontos entre ambos comparativamente com dois triunfos do Manchester United. Os plantéis dos dois clubes apresentam características e uma forma recente semelhantes. Finalmente, observa-se também que o Real Madrid tem apresentado um volume ofensivo superior ao do Manchester United na corrente edição da UEFA Champions League.
[table id=51 /]
 
Notas: (1) Dados recolhidos a 02 de Março de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, Campeonato Espanhol, UEFA Champions League, Supertaça Espanhola, Supertaça Europeia, Taça da Liga Espanhola, Taça das Taças, Taça do Rei, Taça Intercontinental, Taça UEFA, Liga Inglesa, Supertaça de Inglaterra, Taça da Liga Inglesa e Taça de Inglaterra.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry