Artigos

Artigo originalmente publicado em www.totalfootballanalysis.com.

Terminamos hoje a série de artigos sobre a relação entre o desempenho desportivo e o salário anual médio pago por jogador com os clubes da Ligue 1.

Como habitualmente, numa primeira fase, iremos analisar individualmente cada época entre 2016/2017 e 2019/2020 de modo a aferir quais os clubes que atingiram melhores resultados entre estas duas variáveis. De seguida, examinaremos os 14 clubes que permaneceram na Ligue 1 durante este período e como se comportaram desportivamente face ao salário médio pago por jogador.

2016/2017

Na edição de 2016/2017 da liga francesa, o AS Monaco sagrou-se campeão apresentando o 2º salário anual médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Nantes alcançou a 7ª posição na competição com apenas o 2º salário mais baixo. No lado oposto, o Bastia foi o caso de menor sucesso terminando a liga no último lugar com o 12º salário médio mais alto.

Nenhum dos clubes apresentou a mesma posição no ranking de salários por jogador e na competição.

2017/2018

Na época seguinte, o Paris Saint-Germain venceu a liga com o salário anual médio por jogador mais alto.

O Dijon e Guingamp foram as surpresas alcançando a 11ª e 12ª posições no campeonato apenas com o 17º e 18º salários médios mais elevados. Pelo contrário, o Lille foi o caso de menor sucesso terminando na 17ª posição com o 7º valor mais elevado.

O PSG, AS Monaco, Girondins Bordeaux e Strasbourg apresentaram a mesma posição na liga e no ranking de salários.

2018/2019

A época passada não foi diferente e o PSG venceu novamente o campeonato apresentando também, uma vez mais, o salário médio mais elevado.

No lado positivo, o Nimes alcançou o 9º posto com o salário médio por jogador mais baixo da liga. De uma perspetiva negativa, o AS Monaco foi o caso de menor sucesso terminando a liga na 17ª posição com o 4º salário médio mais elevado.

O PSG, Olympique Lyonnais e Angers apresentaram as mesmas posições no ranking de salários e no campeonato.

2019/2020

Com o cancelamento da época devido à pandemia, o PSG venceu mais um título com o salário médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Stade Reims realizou um campeonato incrível alcançando a 5ª posição com o 17º salário médio por jogador mais alto da liga. No lado oposto, o Saint Étienne foi a desilusão terminando no 17º lugar apresentando o 6º salário médio mais elevado.

Apenas o PSG ocupou a mesma posição no campeonato e no ranking de salário médio por jogador.

2016/2017 a 2019/2020 – Que clube melhor rentabiliza o salário pago aos seus jogadores

Por ultimo, analisamos o desempenho e salários dos 14 clubes que permaneceram na Ligue 1 entre 2016/2017 e 2019/2020.

O gigante Paris Saint-Germain é o clube com o salário anual médio por jogador mais elevado. O Nantes e o Angers são os clubes com mais sucesso quando comparamos o seu desempenho desportivo com o salário anual médio pago por jogador, tendo alcançado, em média, o 10º e 12º lugares apenas com o 13º e 15º salários médios mais elevados.

Artigo originalmente publicado em www.totalfootballanalysis.com.

Após analisar a Premier League, Serie A e La Liga, observamos hoje a relação entre o desempenho desportivo e o salário anual médio pago por jogador pelos clubes da Bundesliga.

Como habitualmente, numa primeira fase, iremos analisar individualmente cada época entre 2016/2017 e 2019/2020 (até à jornada 32) de modo a aferir quais os clubes que atingiram melhores resultados entre estas duas variáveis. De seguida, examinaremos os 13 clubes que permaneceram na Bundesliga durante este período e como se comportaram desportivamente face ao salário médio pago por jogador.

2016/2017

Na edição de 2016/2017 da liga alemã, o Bayern Munchen sagrou-se campeão apresentando também o salário anual médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Freiburg alcançou a 7ª posição na competição com apenas o 3º salário mais baixo. No lado oposto, o Wolfsburg foi o caso de menor sucesso terminando a liga no 16º lugar com o 4º salário médio mais alto.

O Bayern Munchen, Ingolstadt 04 e Darmstadt 98  apresentaram a mesma posição no ranking de salários por jogador e na competição.

2017/2018

Na época seguinte, o Bayern Munchen venceu novamente a liga com o salário anual médio por jogador mais alto.

O Stuttgart foi a surpresa alcançando a 7ª posição no campeonato apenas com o 15º salário médio mais elevado. Pelo contrário, o Wolfsburg foi novamente o caso de menor sucesso terminando na 16ª posição com o 3º valor mais elevado.

O Bayern Munchen, Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen, RB Leipzig, Hertha e Mainz apresentaram a mesma posição na liga e no ranking de salários.

2018/2019

A época passada não foi diferente e o Bayern Munchen venceu novamente o campeonato apresentando também, uma vez mais, o salário médio mais elevado.

No lado positivo, o Fortuna Dusseldorf alcançou o 10º posto com apenas o 16º salário médio por jogador mais alto. De uma perspetiva negativa, o Schalke 04 foi o caso de menor sucesso terminando a liga na 14ª posição com o 4º salário médio mais elevado.

O Bayern Munchen, Borussia Dortmund, Augsburg e Nurnberg apresentaram as mesmas posições no ranking de salários e no campeonato.

2019/2020

Com 32 jogos realizados, o Bayern Munchen estava perto de vencer mais um título, tendo acabado por verificar-se, com os salários médios por jogador mais elevados.

De uma perspectiva positiva, o Freiburg realizou um campeonato incrível encontrando-se à 32ª jornada na 8ª posição com o 3º salário médio por jogador mais baixo da liga. No lado oposto, o Werder Bremen era, à 32ª jornada, a desilusão encontrando-se no 17º lugar apresentando o 9º salário médio mais elevado.

O Bayern Munchen, Borussia Dortmund, Hertha e Paderborn ocupavam naquela jornada as mesmas posições no campeonato e no ranking de salário médio por jogador.

2016/2017 a 2019/2020 – Que clube melhor rentabiliza o salário pago aos seus jogadores

Por ultimo, analisamos o desempenho e salários dos 13 clubes que permaneceram na Bundesliga entre 2016/2017 e 2019/2020 (até à jornada 32).

O gigante Bayern Munchen é o clube com o salário anual médio por jogador mais elevado. O Freiburg é o clube com mais sucesso quando comparamos o seu desempenho desportivo com o salário anual médio pago por jogador, tendo alcançado, em média, o 11º lugar apenas com o 17º salário médio mais elevado.

Artigo originalmente publicado em www.totalfootballanalysis.com.

Após analisar a Serie A, observamos hoje a relação entre o desempenho desportivo e o salário anual médio pago por jogador pelos clubes da La Liga.

Numa primeira fase, iremos analisar individualmente cada época entre 2016/2017 e 2019/2020 (até à jornada 30) de modo a aferir quais os clubes que atingiram melhores resultados entre estas duas variáveis. De seguida, examinaremos os 14 clubes que permaneceram na La Liga durante este período e como se comportaram desportivamente face ao salário médio pago por jogador.

2016/2017

Na edição de 2016/2017 da liga espanhola, o Real Madrid sagrou-se campeão apresentando o 2º salário anual médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Alavés alcançou a 9ª posição na competição com apenas o 3º salário mais baixo. No lado oposto, o Valencia foi o caso de menor sucesso terminando a liga no 12º lugar com o 4º salário médio mais alto.

O Atlético Madrid e o Athletic Bilbao apresentaram a mesma posição no ranking de salários por jogador e na competição.

2017/2018

Na época seguinte, o Barcelona venceu a liga espanhola com o salário anual médio por jogador mais alto.

O Getafe foi a surpresa alcançando a 8ª posição no campeonato apenas com o 17º salário médio mais elevado. Pelo contrário, o Athletic Bilbao foi o caso de menor sucesso terminando na 16ª posição com o 6º valor mais elevado.

O Barcelona e o Valencia apresentou a mesma posição na liga e no ranking de salários.

2018/2019

A época passada não foi diferente e o Barcelona venceu novamente o campeonato apresentando também, uma vez mais, o salário médio mais elevado.

No lado positivo, o Getafe alcançou o 5º posto com apenas o 16º salário médio por jogador mais alto. De uma perspetiva negativa, o Celta foi o caso de menor sucesso terminando a liga na 17ª posição com o 8º salário médio mais elevado.

O Barcelona, o Valencia, o Real Betis e o Huesca apresentaram as mesmas posições no ranking de salários e no campeonato.

2019/2020

Com 30 jogos realizados, o Barcelona e o Real Madrid lutam uma vez mais pelo título com os salários médios por jogador mais elevados.

De uma perspectiva positiva, o Getafe tem realizado mais um campeonato incrível encontrando-se na 5ª posição com o 14º salário médio por jogador mais elevado da liga. No lado oposto, o Espanyol é, até ao momento, a desilusão encontrando-se no último lugar apresentando o 11º salário médio mais elevado.

Apenas o Atlético Madrid e o Mallorca têm ocupado as mesmas posições no campeonato e no ranking de salário médio por jogador.

2016/2017 a 2019/2020 – Que clube melhor rentabiliza o salário pago aos seus jogadores

Por ultimo, analisamos o desempenho e salários dos 14 clubes que permaneceram na La Liga entre 2016/2017 e 2019/2020.

O gigante Barcelona é o clube com o salário anual médio por jogador mais elevado. O Alavés é o clube com mais sucesso quando comparamos o seu desempenho desportivo com o salário anual médio pago por jogador, tendo alcançado, em média, o 12º lugar apenas com o 16º salário médio mais elevado.

Artigo originalmente publicado em www.totalfootballanalysis.com.

Após analisar a Barclays Premier League, observamos hoje a relação entre o desempenho desportivo e o salário anual médio pago por jogador pelos clubes da Serie A italiana.

Numa primeira fase, iremos analisar individualmente cada época entre 2016/2017 e 2019/2020 (até à jornada 29) de modo a aferir quais os clubes que atingiram melhores resultados entre estas duas variáveis. De seguida, examinaremos os 15 clubes que permaneceram na Serie A durante este período e como se comportaram desportivamente face ao salário médio pago por jogador.

2016/2017

Na edição de 2016/2017 da liga italiana, a Juventus (quem mais poderia ser?) sagrou-se campeã apresentando o salário anual médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, a Atalanta alcançou a 4ª posição na competição com apenas o 14º salário mais elevado. No lado oposto, o Genoa foi o caso de menor sucesso terminando a liga no 16º lugar com o 8º salário médio mais alto.

A Juventus, a AS Roma, o Torino e o Sassuolo apresentaram a mesma posição no ranking de salários por jogador e na competição.

2017/2018

Na época seguinte, a Juventus venceu uma vez mais a liga italiana com o salário anual médio por jogador mais alto.

A Alatanta foi novamente a surpresa alcançando a 7ª posição no campeonato apenas com o 13º salário médio mais elevado. Pelo contrário, o AC Milan, o Bologna e o Hellas Verona foram os casos de menor sucesso: o gigante de Milão terminou o campeonato na 6ª posição com o 2º salário anual médio mais elevado, o Bologna alcançou o 15º posto com o 11º salário mais elevado, e o Hellas Verona terminou na 19ª posição com o 15º valor mais elevado.

Apenas a Juventus apresentou a mesma posição na liga e no ranking de salários.

2018/2019

A época passada não fugiu à regra e a Juventus venceu novamente o campeonato apresentando também, uma vez mais, o salário médio mais elevado.

No lado positivo, a Atalanta alcançou o 3º posto com apenas o 13º salário médio por jogador mais alto. De uma perspetiva negativa, a Fiorentina foi o caso de menor sucesso terminando a liga na 16ª posição com o 8º salário médio mais elevado.

A Juventus, o Torino, a Sampdoria, o Bologna e o Frosinone apresentaram as mesmas posições no ranking de salários e no campeonato.

2019/2020

Com 24 jogos realizados, a Juventus está muito perto de alcançar novo título com o salário médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Hellas Verona tem realizado um campeonato incrível encontrando-se na 7ª posição com o 2º salário médio por jogador mais baixo da liga. No lado oposto, o Torino é, até ao momento, a desilusão encontrando-se no 14º lugar apresentando o 7º salário médio mais elevado.

Apenas a Juventus e o Internazionale têm ocupado as mesmas posições no campeonato e no ranking de salário médio por jogador.

2016/2017 a 2019/2020 – Que clube melhor rentabiliza o salário pago aos seus jogadores

Por ultimo, analisamos o desempenho e salários dos 15 clubes que permaneceram na Serie A entre 2016/2017 e 2019/2020.

A gigante Juventus, habitual campeã, é o clube com o salário anual médio por jogador mais elevado. A Atalanta com recentes campanhas brilhantes, é o clube com mais sucesso quando comparamos o seu desempenho desportivo com o salário anual médio pago por jogador, tendo alcançado, em média, o 5º lugar apenas com o 13º salário médio mais elevado.

Artigo originalmente publicado em www.totalfootballanalysis.com.

Iniciamos hoje a publicação de um conjunto de artigos que analisam a relação entre o desempenho desportivo e o salário anual médio pago por jogador pelos clubes dos 5 principais campeonatos europeus (Bundesliga, La Liga, Ligue 1, Premier League, e Serie A). Começaremos pela espectacular liga inglesa, a Barclays Premier League.

Numa primeira fase, iremos analisar individualmente cada época entre 2016/2017 e 2019/2020 (até à jornada 29) de modo a aferir quais os clubes que atingiram melhores resultados entre estas duas variáveis. De seguida, examinaremos os 14 clubes que permaneceram na Premier League durante este período e como se comportaram desportivamente face ao salário médio pago por jogador.

2016/2017

Na edição de 2016/2017 da liga inglesa, o Chelsea sagrou-se campeão apresentando o 3º salário anual médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Bournemouth alcançou a 9ª posição na competição com apenas o 19º salário mais elevado. No lado oposto, o Sunderland foi o caso de menor sucesso terminando a liga no último lugar com o 13º salário médio mais alto.

Apenas o Hull City apresentou a mesma posição no ranking de salários por jogador e na competição.

2017/2018

Na época seguinte, o Manchester City regressou às vitórias vencendo a liga inglesa com o 2º salário anual médio por jogador mais alto.

O Burnley foi a surpresa alcançando a 7ª posição no campeonato apenas com o 18º salário médio mais elevado. Pelo contrário, o West Bromwich terminou a liga na última posição com o 12º salário mais elevado.

O Crystal Palace, Everton e Leicester apresentaram a mesma posição na liga e no ranking de salários.

2018/2019

Na época passada, o Manchester City venceu novamente o campeonato apresentando também, uma vez mais, o 2º salário médio mais elevado.

No lado positivo, a “armada portuguesa” do Wolverhampton, liderada por Nuno Espírito Santo, alcançou o 7º posto com apenas o 14º salário médio por jogador mais alto. De uma perspetiva negativa, o Manchester United e o Southampton foram os casos de menor sucesso terminando a liga na 6ª e 16ª posições com o 1º e 11º salários médios mais elevados.

Apenas o Chelsea e o Arsenal apresentaram as mesmas posições no ranking de salários e no campeonato.

2019/2020

Com 29 jogos realizados, o Liverpool está muito perto de alcançar o título várias décadas depois com o 3º salário médio por jogador mais elevado.

De uma perspectiva positiva, o Sheffield United tem realizado um campeonato incrível encontrando-se na 6ª posição com o salário médio por jogador mais baixo da liga. No lado oposto, o West Ham é, até ao momento, a desilusão encontrando-se no 16º lugar apresentando o 9º salário médio mais elevado.

Apenas o Newcastle tem ocupado a mesma posição no campeonato e no ranking de salário médio por jogador.

2016/2017 a 2019/2020 – Que clube melhor rentabiliza o salário pago aos seus jogadores

Por ultimo, analisamos o desempenho e salários dos 14 clubes que permaneceram na Premier League entre 2016/2017 e 2019/2020.

Os dois gigantes de Manchester são os clubes com o salário anual médio por jogador mais elevado. O Burnley com campanhas brilhantes nas últimas épocas, é o clube com mais sucesso quando comparamos o seu desempenho desportivo com o salário anual médio pago por jogador, tendo alcançado, em média, o 12º lugar apenas com o 18º salário médio mais elevado.

 

Na edição de 2011/2012 da Liga BBVA, a Liga Espanhola, o Real Madrid, o Barcelona e o Valencia terminaram o campeonato na posição correspondente à que ocuparam no ranking por salário médio anual pago por jogador nessa época.
De uma perspetiva positiva, o Levante conseguiu alcançar o 6º posto na competição registando o valor salarial mais baixo entre os 20 clubes da liga espanhola. Na perspetiva oposta, o Villareal foi o caso de menor sucesso ficando apenas na 18ª posição com o 7º salário anual médio por jogador mais elevado, descendo assim de divisão.
Globalmente, o salário anual médio por jogador na Liga BBVA decresceu 11% entre 2010/2011 e 2011/2012 passando de cerca de 1,58 para 1,41 milhões de Euros. Em 7 dos 17 clubes que se mantiveram na principal divisão do futebol espanhol, registou-se uma subida do valor médio pago, sendo o Malaga o caso mais significativo (crescimento de 116%).
Finalmente, é também de salientar a grande diferença entre o valor médio do Real Madrid e do Barcelona comparativamente com os restantes clubes. O valor do Real Madrid é 11,1 vezes superior ao do Racing Santander, clube que apresenta o montante mais baixo.
[table id=250 /]
Nota: Taxa de câmbio a 14 de Junho de 2013: 1 GBP = 1,1771 EUR

A Forbes divulgou recentemente a lista dos 20 jogadores mais bem pagos no ano de 2012. Em conjunto, estes atletas receberam mais de 332 milhões de Euros representando um aumento de 20% comparativamente com 2011.
David Beckham continua a liderar a lista dos jogadores mais bem pagos tendo sido o seu melhor ano em termos comerciais. O jogador inglês, o mais velho dos 20 jogadores da lista, conseguiu arrecadar cerca de 33,8 milhões de Euros através dos seus contratos de patrocínio aos quais juntou cerca de 5 milhões de Euros em bónus e salário através dos LA Galaxy. Estes valores deveram-se sobretudo à sua relação com as marcas Adidas, Coty, Breitling e Chinese Super League uma vez que o salário que auferiu no clube é o mais baixo do Top 20.
[table id=168 /]
Os jogadores ingleses encontram-se em maioria tanto em número como em valor. Os 5 jogadores ingleses que fazem parte da lista receberam 91,7 milhões de Euros em 2012 sendo seguidos pelos 3 jogadores argentinos (59,6 milhões de Euros) e Cristiano Ronaldo (33,4 milhões de Euros) de Portugal.
Quanto ao(s) campeonato(s) em que atuaram em 2012, a liga inglesa (Barclays Premier League) domina a lista dos jogadores mais bem pagos uma vez que 12 dos 20 jogadores atuaram na referida liga durante esse período (Didier Drogba apenas durante 6 meses) agregando 201,2 milhões de Euros. As ligas espanhola (Liga BBVA) e norte americana (Major League Soccer) completam o pódio.
Relativamente à idade dos jogadores que compõem a referida lista, verifica-se que 40% tem menos de 29 anos (receberam 44% do valor total em 2012), 20% tem 29 anos (receberam 17% do valor total) e 40% tem mais de 29 anos (receberam 39% do valor total). Observa-se também que 12 deles são avançados, 7 são médios e apenas 1 é defesa (John Terry).
Notas: (1) Os valores recebidos pelos atletas incluem o seu salário, bónus de desempenho e contratos de patrocínio; (2) Taxa de câmbio 26 Abril 2013: 1 USD = 0,767430 EUR; (3) Valores arredondados às centenas de milhar.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry