Artigos

Após o enorme sucesso desportivo do Bayern Munchen esta temporada, o clube alemão assumiu a liderança da edição de 2013 do ranking elaborado pela Brand Finance que integra os 50 clubes com as marcas mais valiosas do futebol mundial.
No sentido inverso, o Manchester United passou a ocupar o segundo lugar do ranking sendo, no entanto, além do Real Madrid, a única equipa com um rating AAA+ atribuído pela Brand Finance.
Os clubes espanhóis e italianos viram o seu crescimento ser afetado por condições económicas adversas. Por outro lado, os clubes brasileiros e turcos registaram taxas de crescimento significativas associadas às economias emergentes dos seus países e à paixão dos seus adeptos.
O crescimento médio das 50 marcas que integram o ranking foi de 7% somando, em conjunto, um valor total de 6.647 milhões de Euros. Atualmente, os 50 clubes representados estão associados a 10 diferentes fornecedores de equipamento desportivo (a liderança pertence à Adidas com 18 clubes seguida da Nike com 14).
[table id=235 /]
O ranking inclui clubes originários de dez países diferentes sendo a Inglaterra e a Alemanha os dois mais representados (14 e 8 clubes respetivamente) agregando mais de 50% do valor total das 50 marcas.
[table id=236 /]
Nota: Taxa de câmbio 29 Maio de 2013: 1 USD = 0,772821 EUR.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

After the final of the UEFA Champions League, we present some key figures of the 2012/2013 edition regarding the games, teams and players that took part in this competition.
 
Games: 124
Teams: 32
Players: 704 (average of 22 per team)
Goals: 365 (2.9 per game)
1-15 Minute Goals: 41 (11.1%)
16-30 Minute Goals: 55 (14.9%)
31-45 Minute Goals: 61 (16.5%)
– Additional Time (1st half) Goals: 7 (1.9%)
– 46-60 Minute Goals: 59 (15.9%)
– 61-75 Minute Goals: 57 (15.4%)
– 76-90 Minute Goals: 68 (18.4%)
– Additional Time (2nd half) Goals: 22 (5.9%)
– Extra Time (1st half) Goals: 0 (0%)
– Extra Time (2nd half) Goals: 0 (0%)
– Offsides: 662 (5.3 per game)
– Fouls: 3,395 (27.4 per game)
Corner Kicks: 1,296 (10.5 per game)
– Yellow cards: 545 (4.4 per game)
– Red Cards: 20 (0.2 per game)
Top 3 Best Scorers: 1st – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (12 Goals, Accuracy 16%, scored every 90 minutes), 2nd – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (10 goals; Accuracy 22%, scored every 109 minutes); 3rd – Burak Yilmaz, Galatasaray (8 goals, 24% Accuracy, scored every 96 minutes)
Top 3 Players with More Assists: 1st – Zlatan Ibrahimovic, PSG (7), 2nd – Karim Benzema, Real Madrid (5), 3rd – Mesut Ozil, Real Madrid (5)
– Top 3 Players with More Shots on Target: 1st – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (53 shots, 4.4 per game), 2nd – Lionel Messi, Barcelona (28 shots, 2.5 per game), 3rd – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (26 shots, 2 per game)
Teams with More Goals per game: 1st – Chelsea, England (2.67), 2nd – Bayern Munchen, Germany (2.38), 3rd – Real Madrid, Spain (2.17)
Goals per Match Finalists: Bayern Munchen, Germany (2.38); Borussia Dortmund, Germany (1.85)
Top 3 Teams with More Shots on Target: 1st – Real Madrid, Spain (135), 2nd – Borussia Dortmund, Germany (115), 3rd – Bayern Munchen, Germany (113)
Commercial Gross Revenues (Euros): 1,340 million
Revenues Distributed to Clubs (Euros): 910 million
 
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Após a final da UEFA Champions League, apresentamos alguns números-chave da edição de 2012/2013 referentes aos jogos, equipas e jogadores que fizeram parte desta competição.
 
– Jogos: 124
– Equipas: 32
– Jogadores: 704 (média de 22 por equipa)
– Golos: 365 (2,9 por jogo)
– Golos Minuto 1-15: 41 (11,1%)
– Golos Minuto 16-30: 55 (14,9%)
– Golos Minuto 31-45: 61 (16,5%)
– Golos Descontos 1ª Parte: 7 (1,9%)
– Golos Minuto 46-60: 59 (15,9%)
– Golos Minuto 61-75: 57 (15,4%)
– Golos Minuto 76-90: 68 (18,4%)
– Golos Descontos 2ª Parte: 22 (5,9%)
– Golos 1ª Parte do Prolongamento: 0 (0%)
– Golos 2ª Parte do Prolongamento: 0 (0%)
– Foras de Jogo: 662 (5,3 por jogo)
– Faltas: 3.395 (27,4 por jogo)
– Cantos: 1.296 (10,5 por jogo)
– Cartões Amarelos: 545 (4,4 por jogo)
– Cartões Vermelhos: 20 (0,2 por jogo)
– Top 3 Melhores Marcadores: 1º – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (12 Golos; Eficácia 16%; um golo a cada 90 minutos); 2º – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (10 Golos; Eficácia 22%; um golo a cada 109 minutos); 3º – Burak Yilmaz, Galatasaray (8 Golos; Eficácia 24%; um golo a cada 96 minutos)
– Top 3 Assistências: 1º –Zlatan Ibrahimovic, PSG (7); 2º – Karim Benzema, Real Madrid (5); 3º – Mesut Ozil, Real Madrid (5)
– Top 3 Remates à Baliza: 1º – Cristiano Ronaldo, Real Madrid (53 Remates, 4,4 por jogo); 2º – Lionel Messi, Barcelona (28 Remates, 2,5 por jogo); 3º – Robert Lewandowski, Borussia Dortmund (26 Remates, 2 por jogo)
– Equipas com mais Golos por Jogo: 1º – Chelsea, Inglaterra (2,67); 2º – Bayern Munchen, Alemanha (2,38); 3º –Real Madrid, Espanha (2,17)
– Golos por Jogo Finalistas: Bayern Munchen, Alemanha (2,38); Borussia Dortmund, Alemanha (1,85)
– Top 3 Equipas com mais Remates à Baliza: 1º – Real Madrid, Espanha (135), 2º – Borussia Dortmund, Alemanha (115); 3º – Bayern Munchen, Alemanha (113)
– Receitas Comerciais Brutas (Euros): 1.340 milhões
– Receitas Distribuídas pelos Clubes Participantes (Euros): 910 milhões
[youtube id=”c_iXyL4GvJY”]
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Premier League revealed this week the distribution of revenues from television rights to the clubs that participated in the last edition of Barclays Premier League.
In 2012/2013, Manchester United became the champion receiving the highest amount ever (about 71 million).
The ratio between the amounts received by Manchester United and Queens Park Rangers, ranked last, was only 1.46. The proportion of the total amount received by each club, varied between 4.1% and 6.3% showing a significant equality in income distribution.
The distribution model adopted in England is based on the following points: 50% of the revenues generated in the United Kingdom are divided equally between all clubs (16.1 million Euros per club), 25% is based on the performance of the teams (the champions receives 20 times the value of the last placed), and 25% is distributed according to the TV ratings and the number of games broadcasted on TV in the United Kingdom (there is a minimum of ten games). International revenues are shared equally by all clubs (22.1 million Euros per club).
Despite their worst table position, Arsenal and Tottenham have received larger amounts comparing to Chelsea since their games were more often broadcasted live in the United Kingdom.
However, these values ​​will increase significantly as it is expected that Premier League’s revenues, for the next three seasons, will grow to about 6.4 billion Euros (more 2.3 billion than the previous contract). In this sense, it is projected the champion will be able to receive about 117 million Euros and the last placed around 74 million Euros.
(Amounts in Euros)
[table id=229 /]
Note: Exchange Rate May 22, 2013: 1 GBP = 1,16684 EUR
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

A Premier League revelou esta semana a distribuição das receitas de direitos televisivos pelos clubes que participaram na última edição da Barclays Premier League.
Em 2012/2013, o Manchester United tornou-se o campeão a receber o montante mais elevado de sempre (cerca de 71 milhões de Euros).
O rácio entre os montantes recebidos pelo Manchester United e o Queens Park Rangers, último classificado, foi de apenas 1,46. Relativamente à percentagem do valor total recebida por cada clube, esta variou entre os 4,1% e os 6,3% demonstrando uma grande equidade na repartição das receitas.
O modelo de distribuição adotado em Inglaterra assenta no seguinte: 50% das receitas geradas no Reino Unido são divididas em partes iguais por todos os clubes (16,1 milhões de Euros por clube), 25% com base no desempenho das equipas (o primeiro classificado recebe 20 vezes o valor do último), e 25% são distribuídas consoante as audiências televisivas e o número de jogos transmitidos na TV no Reino Unido (existe um limite mínimo de dez jogos). As receitas internacionais são repartidas equitativamente por todos os clubes (22,1 milhões de Euros por clube).
Apesar da sua pior classificação, o Arsenal e o Tottenham receberam montantes superiores ao Chelsea uma vez que os seus jogos foram mais vezes transmitidos em directo no Reino Unido.
A partir da próxima época estes valores irão aumentar significativamente uma vez que se espera que as receitas da Premier League, no conjunto das próximas três épocas, ascendam a cerca de 6,4 mil milhões de Euros (superior ao contrato anterior em cerca de 2,3 mil milhões). Neste sentido, prevê-se que o campeão possa receber sensivelmente 117 milhões de Euros e o último classificado cerca de 74 milhões de Euros.
(Valores em Euros)
[table id=225 /]
Nota: Taxa de câmbio 22 Maio de 2013: 1 GBP = 1,16684 EUR
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

No seguimento do artigo publicado em Abril de 2013, apresentamos o ranking atualizado do número de fãs no Facebook dos clubes que competem na Barclays Premier League 12/13.
Relativamente à totalidade dos clubes, verifica-se que, entre Abril e Maio de 2013, o número de fãs cresceu cerca de 3% (superior ao período anterior) atingindo os 87 milhões de seguidores.
Relativamente às posições ocupadas pelos clubes, verificou-se apenas a troca entre o Norwich (16º) e o West Bromwich (17º). O Manchester United, o Chelsea e o Arsenal continuam a ocupar o pódio, seguidos pelo Liverpool. Em conjunto, os quatro primeiros clubes agregam 88% do total de fãs sendo 39% do Manchester United.
O clube que apresentou a maior taxa de crescimento foi o Wigan ao passar de 32.000 para 40.000 fãs (associado à conquista da FA Cup) seguido do Norwich.
[table id=222 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 19 de Maio de 2013.

After the end of the UEFA Europa League, we present some key figures of the 2012/2013 edition regarding the games, teams and players that took part in this competition.
 
Games: 204
Teams: 56
Players: 1,238 (average of 22 per team)
Goals: 521 (2.6 per game)
Headed Goals: 115 (0.6 per game)
1-15 Minute Goals: 50 (9.6%)
16-30 Minute Goals: 87 (16.7%)
31-45 Minute Goals: 68 (13.1%)
– Additional Time (1st half) Goals: 11 (2.1%)
– 46-60 Minute Goals: 85 (16.3%)
– 61-75 Minute Goals: 86 (16.5%)
– 76-90 Minute Goals: 91 (17.5%)
– Additional Time (2nd half) Goals: 39 (7.5%)
– Extra Time (1st half) Goals: 2 (0.4%)
– Extra Time (2nd half) Goals: 2 (0.4%)
Penalties Scored: 39
Penalties Denied: 14
– Offsides: 1.008 (4.9 per game)
– Fouls: 5,227 (25.6 per game)
Corner Kicks: 1,960 (9.6 per game)
– Yellow cards: 834 (4.1 per game)
– Red Cards: 45 (0.2 per game)
Top 3 Best Scorers: 1st – Libor Kozák, Lazio (8 Goals, Accuracy 47%, scored every 77 minutes), 2nd – Edinson Cavani, Napoli (7 goals; Accuracy 26%, scored every 66 minutes); 3rd – Óscar Cardozo, Benfica (7 goals, 32% Accuracy, scored every 84 minutes)
Top 3 Players with More Assists: 1st – Jose Barkero, Levante (6), 2nd – Juan Mata, Chelsea (6), 3rd – Fredy Guarin, Internazionale (4)
– Top 3 Players with More Shots on Target: 1st – Óscar Cardozo, Benfica (17 shots, 1.89 per game), 2nd – Samuel Eto’o, Anzhi (17 shots, 1.7 per game), 3rd – Fernando Torres, Chelsea (15 shots, 1.7 per game)
Teams with More Goals per game: 1st – Young Boys, Switzerland (2.33), 2nd – Dnipro, Ukraine (2.13), 3rd – Internazionale, Italy (2)
Goals per Match Finalists: Chelsea, England (1.89); Benfica, Portugal (1.67)
Top 3 Teams with More Shots on Target: 1st – Basel, Switzerland (73), 2nd – Stuttgart, Germany (71), 3rd – Lazio, Italy (65)
Commercial Gross Revenues (Euros): 225 million
Revenues Distributed to Clubs (Euros): 168,75 million
 
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Após o termino da UEFA Europa League, apresentamos alguns números-chave da edição de 2012/2013 referentes aos jogos, equipas e jogadores que fizeram parte desta competição.
 
– Jogos: 204
– Equipas: 56
– Jogadores: 1.238 (média de 22 por equipa)
– Golos: 521 (2,6 por jogo)
– Golos de Cabeça: 115 (0,6 por jogo)
– Golos Minuto 1-15: 50 (9,6%)
– Golos Minuto 16-30: 87 (16,7%)
– Golos Minuto 31-45: 68 (13,1%)
– Golos Descontos 1ª Parte: 11 (2,1%)
– Golos Minuto 46-60: 85 (16,3%)
– Golos Minuto 61-75: 86 (16,5%)
– Golos Minuto 76-90: 91 (17,5%)
– Golos Descontos 2ª Parte: 39 (7,5%)
– Golos 1ª Parte do Prolongamento: 2 (0,4%)
– Golos 2ª Parte do Prolongamento: 2 (0,4%)
– Penalties Marcados: 39
– Penalties Defendidos: 14
– Foras de Jogo: 1.008 (4,9 por jogo)
– Faltas: 5.227 (25,6 por jogo)
– Cantos: 1.960 (9,6 por jogo)
– Cartões Amarelos: 834 (4,1 por jogo)
– Cartões Vermelhos: 45 (0,2 por jogo)
– Top 3 Melhores Marcadores: 1º – Libor Kozák, Lazio (8 Golos; Eficácia 47%; um golo a cada 77 minutos); 2º – Edinson Cavani, Napoli (7 Golos; Eficácia 26%; um golo a cada 66 minutos); 3º – Óscar Cardozo, Benfica (7 Golos; Eficácia 32%; um golo a cada 84 minutos)
– Top 3 Assistências: 1º – José Barkero, Levante (6); 2º – Juan Mata, Chelsea (6); 3º – Fredy Guarín, Internazionale (4)
– Top 3 Remates à Baliza: 1º – Óscar Cardozo, Benfica (17 Remates, 1,89 por jogo); 2º – Samuel Eto’o, Anzhi (17 Remates, 1,7 por jogo); 3º – Fernando Torres, Chelsea (15 Remates, 1,7 por jogo)
– Equipas com mais Golos por Jogo: 1º – Young Boys, Suíça (2,33); 2º – Dnipro, Ucrânia (2,13); 3º –Internazionale, Itália (2)
– Golos por Jogo Finalistas: Chelsea, Inglaterra (1,89); Benfica, Portugal (1,67)
– Top 3 Equipas com mais Remates à Baliza: 1º – Basel, Suíça (73), 2º – Stuttgart, Alemanha (71); 3º – Lazio, Itália (65)
– Receitas Comerciais Brutas (Euros): 225 milhões
– Receitas Distribuídas pelos Clubes Participantes (Euros): 168,75 milhões
[youtube id=”1rEBL28RC5A”]
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Nos últimos anos tem-se tornado cada vez mais comum surgirem milionários interessados em adquirir partes do capital de clubes de futebol.
Neste sentido, apresentamos a lista dos 11 proprietários de clubes com maior património na atualidade, de acordo com dados divulgados pela Forbes.
[table id=170 /]
A maioria dos proprietários apresentados na lista são originários dos Estados Unidos da América e da Rússia. Verifica-se também que a maioria optou por investir em clubes pertencentes ao campeonato inglês (Barclays Premier League), espanhol (Liga BBVA) e norte americano (Major League Soccer).
Nota: Taxa de câmbio a 26 Abril de 2013: 1 USD = 0,767430 EUR.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Benfica e Chelsea vão defrontar-se pela 3ª vez, em competições oficiais, esta quarta-feira, na Final da UEFA Europa League.
Como já vem sendo hábito, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Desempenho Desportivo, Finanças e Web), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas nesta Final.
DESEMPENHO DESPORTIVO
Tendo-se apenas registado dois confrontos entre as duas equipas em competições oficiais (ocorreram na época passada), o Chelsea apresenta um saldo totalmente positivo tendo saído vitorioso desses dois encontros. Relativamente aos restantes indicadores de desempenho nesta edição da UEFA Europa League, verifica-se um grande equilíbrio entre as duas equipas.
[table id=196 /]
FINANÇAS
Ao nível das receitas, o Chelsea apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 5ª posição na Deloitte Football Money League 2013. A equipa inglesa apresenta valores superiores em todos os fluxos de receita associados ao seu desempenho nas competições da UEFA e investimentos milionários nas últimas épocas. Relativamente à estrutura de receitas dos dois clubes, observa-se que o Chelsea apresenta uma dependência significativa face às receitas de direitos televisivos o que não sucede no caso do Benfica. Por último, o Benfica apresentou, nas últimas 10 épocas, um crescimento das suas receitas bastante superior ao do clube inglês bem como assistências ligeiramente superiores em 2012/2013.
[table id=195 /]
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio do Chelsea é claro, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais, associado às suas recentes conquistas internacionais, contratações de jogadores de renome e mediatismo da Barclays Premier League. A título de exemplo, o Benfica apenas regista, neste momento, 9% do número de fãs do Chelsea no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o chelseafc.com está melhor colocado a nível internacional e o slbenfica.pt a nível nacional.
[table id=194 /]
Notas: (1) Dados recolhidos a 13 de Maio de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, Champions League (Taça dos Clubes Campeões Europeus), Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA (Europa League), Taça Intertoto, Liga Portuguesa, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Taça da Liga Portuguesa, Supertaça de Portugal, Liga Inglesa, Supertaça Inglesa, Taça da Liga Inglesa, e Taça de Inglaterra; (3) Foram considerados apenas títulos em competições internacionais e nacionais, não tendo sido contabilizados títulos regionais.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry