Artigos

Benfica e Chelsea vão defrontar-se pela 3ª vez, em competições oficiais, esta quarta-feira, na Final da UEFA Europa League.
Como já vem sendo hábito, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Desempenho Desportivo, Finanças e Web), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas nesta Final.
DESEMPENHO DESPORTIVO
Tendo-se apenas registado dois confrontos entre as duas equipas em competições oficiais (ocorreram na época passada), o Chelsea apresenta um saldo totalmente positivo tendo saído vitorioso desses dois encontros. Relativamente aos restantes indicadores de desempenho nesta edição da UEFA Europa League, verifica-se um grande equilíbrio entre as duas equipas.
[table id=196 /]
FINANÇAS
Ao nível das receitas, o Chelsea apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 5ª posição na Deloitte Football Money League 2013. A equipa inglesa apresenta valores superiores em todos os fluxos de receita associados ao seu desempenho nas competições da UEFA e investimentos milionários nas últimas épocas. Relativamente à estrutura de receitas dos dois clubes, observa-se que o Chelsea apresenta uma dependência significativa face às receitas de direitos televisivos o que não sucede no caso do Benfica. Por último, o Benfica apresentou, nas últimas 10 épocas, um crescimento das suas receitas bastante superior ao do clube inglês bem como assistências ligeiramente superiores em 2012/2013.
[table id=195 /]
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio do Chelsea é claro, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais, associado às suas recentes conquistas internacionais, contratações de jogadores de renome e mediatismo da Barclays Premier League. A título de exemplo, o Benfica apenas regista, neste momento, 9% do número de fãs do Chelsea no Facebook. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o chelseafc.com está melhor colocado a nível internacional e o slbenfica.pt a nível nacional.
[table id=194 /]
Notas: (1) Dados recolhidos a 13 de Maio de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, Champions League (Taça dos Clubes Campeões Europeus), Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA (Europa League), Taça Intertoto, Liga Portuguesa, Campeonato de Portugal, Taça de Portugal, Taça da Liga Portuguesa, Supertaça de Portugal, Liga Inglesa, Supertaça Inglesa, Taça da Liga Inglesa, e Taça de Inglaterra; (3) Foram considerados apenas títulos em competições internacionais e nacionais, não tendo sido contabilizados títulos regionais.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

O avançado espanhol, Michu, tem realizado uma época notável ao serviço do Swansea City na presente edição da Barclays Premier League tendo ajudado o clube a conquistar pela primeira vez a Football League Cup.
O jogador de 27 anos passou por quatro clubes espanhóis enquanto profissional antes de chegar à sua equipa atual. Entre 2004/2005 e 2006/2007 atuou no Real Oviedo tendo-se posteriormente transferido para o Celta de Vigo e, em 2011/2012, para o Rayo Vallecano. Foi neste clube de Madrid, que Michu começou a despertar maior interesse nas suas atuações e acabou por ser contratado pelo Swansea City a troco de cerca de 2,4 milhões de Euros.
Tendo em conta o seu desempenho na corrente época, num campeonato muito competitivo, adivinha-se que surgirão muitos interessados na sua contratação assim que a época de transferências se voltar a iniciar.
Perfil do Jogador – MICHU
[table id=192 /]
Principais Dados Estatísticos e Conclusões
[table id=193 /]
– Percentagem muito importante do total de golos da equipa (38%);
– 0,5 golos por jogo, número muito positivo tendo em conta a competitividade da Barclays Premier League;
– Eficácia dos remates assinalável (17%);
– Precisa de tocar poucas vezes na bola para fazer golo (percentagem reduzida do total de passes da equipa – 6%);
– Forte nos duelos aéreos (49% ganhos, 3,4 por jogo).
Nota: Dados recolhidos a 12 de Maio de 2013.
 
DATA PROVIDER: WhoScored.com
whoscored_logo
 
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

No seguimento do artigo publicado em Março de 2013, apresentamos o ranking atualizado do número de fãs no Facebook dos clubes que competem na Barclays Premier League 12/13.
Relativamente à totalidade dos clubes, verifica-se que, entre Março e Abril de 2013, o número de fãs cresceu cerca de 2% (igual ao período anterior) atingindo os 84,7 milhões de seguidores.
Não se registaram quaisquer alterações no que respeita às classificações dos clubes. O Manchester United, o Chelsea e o Arsenal continuam a ocupar o pódio, seguidos pelo Liverpool. Em conjunto, os quatro primeiros clubes agregam 89% do total de fãs sendo 39% do Manchester United.
O clube que apresentou a maior taxa de crescimento foi o Wigan ao passar de 30.000 para 32.000 fãs.
[table id=136 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 18 de Abril de 2013.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Tottenham e Manchester City irão defrontar-se pela 130º vez, em competições oficiais, no próximo domingo, na 34ª jornada da Barclays Premier League.
Como já vem sendo hábito, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre os dois clubes, dividido em três áreas distintas (Web, Finanças e Desempenho Desportivo), que nos permitirão ter uma visão global das duas equipas, da sua dimensão e das possibilidades de ambas neste confronto e na competição.
WEB
No que diz respeito à componente online, o domínio do Manchester City é claro, apresentando um número superior de fãs/seguidores em todas as redes sociais. Em relação aos websites dos dois clubes, neste momento, o tottenhamhotspur.com está melhor colocado tanto a nível nacional como internacional.
[table id=128 /]
FINANÇAS
Também ao nível das receitas, o Manchester City apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 7ª posição na Deloitte Football Money League 2013 comparativamente com o 13ª posto do Tottenham. De facto, a equipa de Manchester apresenta valores superiores em todos os fluxos de receita exceto nas que advieram da bilheteira e das competições da UEFA. Relativamente à estrutura de receitas dos dois clubes, verifica-se que o City apresenta uma maior dependência face às receitas comerciais enquanto que a estrutura do Tottenham é mais dependente das receitas de direitos televisivos. Nas últimas dez épocas, o Manchester City tem conseguido alcançar um crescimento assinalável, devido ao esforço de crescimento do clube e dos seus proprietários, mais do que triplicando as suas receitas. Por último, apesar de o Tottenham apresentar uma marca mais valiosa, o Manchester City detém um plantel considerado mais valioso e assistências médias superiores.
[table id=129 /]
DESEMPENHO DESPORTIVO
Historicamente, o Tottenham apresenta melhores resultados nos confrontos diretos entre as duas equipas tendo saído vitorioso por 51 vezes dos 129 jogos em competições oficiais comparativamente com os 47 triunfos do Manchester City. Relativamente aos restantes indicadores de desempenho desta época, apresentados na tabela em baixo, verifica-se uma maior capacidade por parte do Manchester City, exceto nos dois indicadores defensivos.
[table id=130 /]
Notas: (1) Dados recolhidos a 13 de Abril de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, UEFA Champions League, Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA, Liga Inglesa, Supertaça de Inglaterra, Taça da Liga Inglesa e Taça de Inglaterra.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Tottenham and Manchester City will play their 130th clash in official competitions, next Sunday, on the 34th matchday of the Barclays Premier League.
As has been usual, Football Industry presents a set of comparative tables between the two clubs, divided into three distinct areas (Web, Finance and Sports Performance), that will allow us to have an overview of the two teams, their size and possibilities in this clash and competition.
WEB
Regarding the online component, Manchester City shows a greater dominance presenting a higher number of fans/followers on all social networks. Concerning the websites of both clubs, at this time, tottenhamhotspur.com is best placed both nationally and internationally.
[table id=131 /]
FINANCE
Also in terms of revenue, Manchester City presents stronger figures occupying the 7th position in the Deloitte Football Money League 2013 compared with the 13th place of Tottenham. In fact, the team of Manchester has higher values ​​in all revenue streams except those that came from ticketing and UEFA competitions. Regarding the revenue structure of both clubs, City has a greater dependence on commercial revenues while Tottenham structure is more dependent on revenues from TV rights. In the last ten seasons, Manchester City has managed to achieve a remarkable growth, due to the effort of the club and its owners, more than tripling its revenue. Finally, although Tottenham’s brand is more valuable, Manchester City’s squad is considered as more expensive and has presented higher average attendances this season.
[table id=132 /]
SPORTS PERFORMANCE
Historically, Tottenham has performed better in direct clashes against Manchester City having been victorious 51 times in the 129 games in official competitions compared with 47 triumphs of the team of Manchester. Regarding the remaining performance indicators of this season, shown in the table below, Manchester City has shown a greater capacity, except in the two defensive indicators.
[table id=133 /]
Notes: (1) Data collected on April 13, 2013, (2) When counting the number of trophies won were considered the following competitions: FIFA Club World Cup, UEFA Champions League, UEFA Super Cup, Cup Winners Cup, Intercontinental Cup, UEFA Cup, Premier League, FA Community Shield, English League Cup and FA Cup.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Next Monday will take place at Old Trafford the 144th clash in official competitions between Manchester United and Manchester City being the top two positions of Barclays Premier League occupied, at the moment, respectively, by these two clubs separated by 15 points. As has been usual, Football Industry presents a set of comparative tables between both clubs divided into three distinct areas: Web, Finance and Sports Performance.
Such comparisons allows us to have an overview of the two clubs, their dimension and the chances of both teams.
WEB
Regarding the online component, the strategy of Manchester United differs from the one adopted by its rival. In fact, Manchester City is present in various social networks having reached an interesting number of followers although, with regard to Facebook, is still quite far from United. In this social network, Manchester City has only 15% of the number of fans of its rival. Regarding the websites of both clubs, currently, manutd.com is in a better position both at a national and international level.
[table id=92 /]
Note: Manchester United’s Twitter belongs only to its Press Office.
FINANCE
In terms of revenues, Manchester United presents stronger figures occupying the third position in Deloitte Football Money League 2013 compared to the seventh position of Manchester City. Regarding the revenue structure of the clubs, City has a greater dependence on revenues from TV rights and commercial deals while the Reds structure is more divided between the three sources. However, in the last ten seasons, Manchester City has managed to achieve a remarkable growth, due to the effort to evolve of the club and its owners, more than tripling its revenues. Moreover, Manchester United has shown better results in UEFA competitions and, therefore, gathered higher revenues through this source. Simultaneously, the Reds have a more valuable brand and a better average attendance although the squad of City is considered more valuable. Finally, the Blues did not show encouraging results in their latest report and accounts having recorded a negative net result and personnel costs that exceed the ones of their rival in spite of having a lower net debt.
[table id=93 /]
SPORTS PERFORMANCE
Manchester United also has a greater dominance in the sports performance area having been victorious 59 times in the 143 clashes in official competitions between these teams compared with the 39 triumphs of Manchester City. Regarding the remaining performance indicators during this season, shown in the table below, there is a greater balance between both teams.
[table id=94 /]
Notes: (1) Data collected on March 31, 2013, (2) When counting the number of trophies won were considered the following competitions: FIFA Club World Cup, UEFA Champions League, UEFA Super Cup, Cup Winners Cup, Intercontinental Cup, UEFA Cup, Premier League, FA Community Shield, English League Cup and FA Cup.
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Na próxima segunda-feira decorrerá em Old Trafford o 144º confronto em competições oficiais entre o Manchester United e o Manchester City sendo as duas primeiras posições da Barclays Premier League ocupadas, respetivamente, por estes dois clubes, separados por 15 pontos. Como já vem sendo hábito, o Football Industry apresenta um conjunto de quadros comparativos entre ambos os clubes dividido em três áreas distintas: Web, Finanças e Desempenho Desportivo.
O referido comparativo permite-nos ter uma visão global dos dois clubes, da sua dimensão e das possibilidades de ambas as equipas neste confronto e na competição.
WEB
No que diz respeito à componente online, a estratégia do Manchester United difere da adotada pelo seu rival. De facto, o Manchester City procura estar presente em diversas redes sociais tendo atingido já um número interessante de seguidores embora, no que diz respeito ao Facebook, se encontre ainda bastante longe do United. Nesta rede social, o Manchester City apenas apresenta 15% do número de fãs do seu rival. Em relação aos websites dos dois clubes, atualmente, o manutd.com está melhor colocado tanto a nível nacional como internacional.
[table id=91 /]
Nota: O Twitter do Manchester United pertence apenas ao Gabinete de Imprensa do clube.
FINANÇAS
Também ao nível das receitas, o Manchester United apresenta uma situação mais fortalecida ocupando a 3ª posição da Deloitte Football Money League 2013 comparativamente com o 7ª posto do Manchester City. Relativamente à estrutura de receitas dos dois clubes, verifica-se que o City apresenta uma maior dependência face às receitas de direitos televisivos e comerciais enquanto que a estrutura dos reds é mais repartida entre as três áreas. Contudo, nas últimas dez épocas, o Manchester City tem conseguido alcançar um crescimento assinalável, devido ao esforço de crescimento do clube e dos seus proprietários, mais do que triplicando as suas receitas. Verifica-se também que o Manchester United tem apresentado melhores resultados nas competições da UEFA tendo por isso arrecadado receitas superiores através desta via. Simultaneamente, os reds apresentam uma marca mais valiosa e melhores assistências embora o plantel do City seja considerado mais valioso. Finalmente, os blues não apresentaram resultados animadores no seu último relatório e contas, tendo registado um resultado líquido bastante negativo e custos com o pessoal superiores ao do seu rival, embora tendo uma dívida líquida inferior.
[table id=90 /]
DESEMPENHO DESPORTIVO
O Manchester United apresenta também um maior domínio na componente desportiva tendo saído vitorioso por 59 vezes dos 143 confrontos em competições oficiais entre estas equipas comparativamente com os 39 triunfos do Manchester City. Relativamente aos restantes indicadores de desempenho desta época, apresentados na tabela em baixo, verifica-se um maior equilíbrio entre ambas as equipas.
[table id=89 /]
Notas: (1) Dados recolhidos a 31 de Março de 2013; (2) Na contagem dos troféus foram consideradas as seguintes competições: Campeonato do Mundo de Clubes, UEFA Champions League, Supertaça Europeia, Taça das Taças, Taça Intercontinental, Taça UEFA, Liga Inglesa, Supertaça de Inglaterra, Taça da Liga Inglesa e Taça de Inglaterra.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Football Industry starts publishing today a set of articles that examine the relationship between sporting performance and the average annual salaries paid per player by clubs.
In the edition of 2010/2011 of the Barclays Premier League, Manchester United won the competition presenting the third highest annual average salary per player.
From a positive perspective, West Bromwich achieved the eleventh position in the competition with only the eighteenth highest salary value. In the opposite perspective, West Ham was the case with less success finishing in last place with the twelfth highest average annual salary per player.
Chelsea, Arsenal, Fulham, Sunderland and Wigan presented the same position in the salaries ranking as they did in the competition.
[table id=81 /]
Follow us on Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

O Football Industry inicia hoje a publicação de um conjunto de artigos que abordam a relação entre o desempenho desportivo e os salários médios anuais pagos por jogador por parte dos clubes.
Na edição de 2010/2011 da Barclays Premier League, o Manchester United venceu o campeonato apresentando o 3º salário anual médio por jogador mais elevado.
De uma perspetiva positiva, o West Bromwich conseguiu alcançar o 11º posto na competição registando apenas o 18º valor salarial mais alto. Na perspetiva oposta, o West Ham foi o caso de menor sucesso ficando no último lugar com o 12º salário anual médio por jogador mais elevado.
O Chelsea, o Arsenal, o Fulham, o Sunderland e o Wigan atingiram a posição no campeonato correspondente à do ranking de salário anual médio por jogador.
[table id=80 /]
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

No seguimento do artigo publicado em Fevereiro de 2013, apresentamos o ranking actualizado do número de fãs no Facebook dos clubes que competem na Barclays Premier League 12/13.
Relativamente à totalidade dos clubes, verifica-se que, entre Fevereiro e Março de 2013, o número de fãs cresceu cerca de 2% (inferior ao período anterior) atingindo os 83 milhões de seguidores.
Relativamente à classificação dos clubes registou-se apenas a troca de posição entre o Everton e o West Ham. O Manchester United, o Chelsea e o Arsenal continuam a ocupar o pódio, seguidos pelo Liverpool. Em conjunto, os quatro primeiros clubes agregam 89% do total de fãs sendo 39% do Manchester United.
O clube que apresentou a maior taxa de crescimento foi novamente o Swansea ao passar de 103.000 para 111.000 fãs.
[table id=67 /]
Nota 1: Valores arredondados aos milhares.
Nota 2: Valores recolhidos a 18 de Março de 2013.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry