De acordo com o estudo publicado pela TV Sports Markets, as receitas de direitos televisivos nacionais e internacionais das 5 principais ligas europeias (Barclays Premier League, Bundesliga, Liga BBVA, Ligue 1 e Serie A) cresceram mais de 25% face aos contratos estabelecidos anteriormente.
As referidas ligas agregam, em conjunto, 5 mil milhões de Euros por época (geravam 4 mil milhões de Euros por época no ciclo contratual anterior) sendo a Barclays Premier League a que apresenta o maior valor (2,2 mil milhões). O montante agregado pelos clubes da Barclays Premier League corresponde a mais do dobro das receitas apresentadas pela liga com o segundo valor mais alto (Serie A, 975 milhões por época). Após as ligas inglesa e italiana, surgem a espanhola (710 milhões), a francesa (640 milhões) e a alemã (541 milhões). Apesar de a Liga BBVA apresentar um valor substancialmente inferior ao das ligas inglesa e italiana, inclui os dois clubes que geraram as maiores receitas televisivas em 2012/2013 provenientes da liga local e das competições da UEFA, nomeadamente, o Real Madrid (178 milhões) e o Barcelona (176 milhões).
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

Os clubes da edição de 2012/2013 da Serie A de Itália vão receber 865 milhões de Euros referentes aos direitos televisivos da competição.
A liga italiana segue um modelo centralizado de distribuição das receitas televisivas assente nos seguintes critérios: 40% das receitas são distribuídas equitativamente pelos clubes (17,3 milhões de Euros por clube), 25% são atribuídas em função do número de adeptos de cada clube, 5% face à população da localidade dos clubes, 5% em consequência do desempenho na última época, 15% em função das cinco épocas anteriores (07/08 a 11/12) e os restantes 10% são distribuídos consoante o desempenho histórico dos clubes entre 1946/47 e 2006/07.
A Juventus, campeã em 2012/2013, foi também o clube que agregou o valor mais elevado entre os 20 clubes que competiram na Serie A nesta edição (11% do total). O rácio entre o valor recebido pela Juventus e o valor recebido pelo Pescara (clube que menos recebeu e ficou na última posição da Serie A 12/13) é de 4,45.
Valores em milhões de Euros
[table id=237 /]
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

A Final da UEFA Champions League trata-se do evento desportivo anual com maior audiência televisiva e através das plataformas de media social a nível mundial.
A vitória do FC Bayern München contra o Borussia Dortmund foi transmitida em mais de 200 países para uma audiência global média estimada em 150 milhões e um alcance global de mais de 360 milhões de telespectadores.
O site UEFA.com registou um aumento de tráfego, em termos homólogos, de 13% em visitas e 25% em número de visitantes na página inicial da competição.
A UEFA recorreu também a plataformas digitais chave, tais como o Twitter, o Facebook, o Google+ e o YouTube, ampliando o seu número de seguidores nas redes socias para cerca de 22 milhões.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

A Premier League revelou esta semana a distribuição das receitas de direitos televisivos pelos clubes que participaram na última edição da Barclays Premier League.
Em 2012/2013, o Manchester United tornou-se o campeão a receber o montante mais elevado de sempre (cerca de 71 milhões de Euros).
O rácio entre os montantes recebidos pelo Manchester United e o Queens Park Rangers, último classificado, foi de apenas 1,46. Relativamente à percentagem do valor total recebida por cada clube, esta variou entre os 4,1% e os 6,3% demonstrando uma grande equidade na repartição das receitas.
O modelo de distribuição adotado em Inglaterra assenta no seguinte: 50% das receitas geradas no Reino Unido são divididas em partes iguais por todos os clubes (16,1 milhões de Euros por clube), 25% com base no desempenho das equipas (o primeiro classificado recebe 20 vezes o valor do último), e 25% são distribuídas consoante as audiências televisivas e o número de jogos transmitidos na TV no Reino Unido (existe um limite mínimo de dez jogos). As receitas internacionais são repartidas equitativamente por todos os clubes (22,1 milhões de Euros por clube).
Apesar da sua pior classificação, o Arsenal e o Tottenham receberam montantes superiores ao Chelsea uma vez que os seus jogos foram mais vezes transmitidos em directo no Reino Unido.
A partir da próxima época estes valores irão aumentar significativamente uma vez que se espera que as receitas da Premier League, no conjunto das próximas três épocas, ascendam a cerca de 6,4 mil milhões de Euros (superior ao contrato anterior em cerca de 2,3 mil milhões). Neste sentido, prevê-se que o campeão possa receber sensivelmente 117 milhões de Euros e o último classificado cerca de 74 milhões de Euros.
(Valores em Euros)
[table id=225 /]
Nota: Taxa de câmbio 22 Maio de 2013: 1 GBP = 1,16684 EUR
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry

[table id=87 /]
[table id=88 /]
Nota: A partir da 16ª jornada o Grupo Marktest deixou de ser responsável pela monitorização das audiências televisivas não sendo estas conhecidas.
Siga-nos no Facebook! https://www.facebook.com/FootballIndustry